Músico cria alternativa durante isolamento e leva 'música na janela' para momentos de comemoração


 
 

Com as restrições para espetáculos devido ao coronavírus, o músico Diogo Acosta encontrou uma maneira criativa para conseguir voltar a trabalhar e levar alegria para as pessoas durante o isolamento na cidade do Rio.



O projeto "Música na janela" começou como uma apresentação na própria janela de casa e se transformou numa iniciativa em que ele leva música para a frente da casa de quem quer uma comemoração especial e não pode aglomerar. “O primeiro show já foi incrível, mexeu com a vizinhança toda. Todo mundo saindo para janela, trazendo cerveja, gritando de um prédio para o outro, pedindo música, cantando junto, foi uma delícia. Porque aproximou pessoas que vivem tão perto, mas na verdade vivem longe. Ninguém se conhece, ninguém se fala. E a partir da música, isso começou a acontecer”, diz Diogo. Música para casamento Depois da primeira apresentação, em maio do ano passado, ele conta que o projeto “Música na Janela” ganhou força. A ideia veio da amiga Maria Amorim, que iria ser madrinha de um casamento realizado virtualmente.

As amigas da noiva decidiram contratar Diogo para tocar na janela do casal, na rua General Glicério, em Laranjeiras, na Zona Sul do Rio.

"Uma das coisas que mais deixaram o momento especial foi o tempo perfeito. Logo que terminamos a chamada, ele começou a tocar a nossa música na janela. E naquele momento que estava só a gente, e acabou faltando a presença das pessoas que a gente gosta, nós recebemos um carinho muito especial dos vizinhos que ficaram sabendo do casamento ali na hora", diz a noiva Bia Abreu. A amiga do músico conta que não esperava que a iniciativa se tornaria uma oportunidade de trabalho para Diogo.

“Foi muito especial para eles [os noivos] e para gente, por poder proporcionar isso. E eu acho muito incrível que tenha sido tão legal para o Diogo também. A ponto de ele conseguir desenvolver esse projeto e se tornar uma oportunidade de trabalho, porque era um momento que estava começando a ficar difícil para todo mundo”, diz a amiga.

Fonte: G1

0 visualização0 comentário