Médicos aconselham rainha Elizabeth a moderar no álcool


 
 

Apesar de gozar de saúde física invejável, a rainha Elizabeth 2ª, de 95 anos, foi aconselhada pelos médicos que a acompanham a diminuir o consumo de álcool, exceto em ocasiões especiais.


Segundo a Vanity Fair, duas fontes próximas à monarca disseram que a intenção é mantê-la o mais saudável possível para a agenda de outono e as celebrações do Jubileu de Platina, em junho de 2022, dos 70 de reinado.


“Disseram à rainha que desistisse de sua bebida noturna, geralmente um martini”, disse uma das fontes.


“Não é realmente um grande problema para ela, ela não bebe muito, mas parece um pouco injusto que, nesta fase de sua vida, ela esteja tendo que desistir de um dos poucos prazeres.”


Álcool não é brincadeira


Com sua venda livre, o álcool nem sequer é considerado droga por uma parte da sociedade. Porém, a dependência a ele é algo muito sério que merece atenção e cuidados. Se você tem alguém na família com problemas com o alcoolismo, se informe abaixo sobre os tipo de tratamentos gratuitos, levantados pelo site Alcoolismo.com.br.


Alcoólicos Anônimos


O grupo de ajuda mútua é referência no apoio ao alcoólatra que quer parar de beber. Ninguém paga nada para participar de uma reunião e um dos grandes princípios é o sigilo. Presente no Brasil há 80 anos, o Alcoólicos Anônimos possui reuniões em quase todas as cidades do Brasil. Para saber qual o endereço, basta acessar o site aqui.


CAPS – AD


Os Centros de Atenção Psicossocial – Álcool e Drogas são unidades de saúde feitas para atender gratuitamente quem precisa tratar o alcoolismo. O acompanhamento é realizado através de médicos, psicólogos e terapeutas. Também há abertura para a participação da família. Quando o alcoólatra mora em uma cidade que não tem o CAPS – AD, pode procurar um CAPS tradicional (que cuida da saúde mental) ou uma unidade básica de saúde de seu município para fazer o tratamento.


Se houver necessidade de internação, é o próprio CAPS que faz a solicitação e encaminha o paciente para alguma das instituições associadas. Para mais informações, acesse o site.


Busca Clínicas de Recuperação


Existem algumas comunidades terapêuticas que oferecem internação gratuita outras com preço acessível. Um dos caminhos para encontrar uma é através do Busca Clínicas de Recuperação – um site onde é possível encontrar tratamento gratuito e particular em todo o Brasil. Basta buscar pela cidade e pelo estado. Acesse aqui.


Universidades


Algumas universidades públicas e privadas possuem ambulatório com atendimento médico e/ou psicológico focado na recuperação dos alcoólatras. Se na sua região tem uma universidade que tenha cursos na área de saúde (medicina, psicologia, enfermagem, etc) se informe sobre atendimento.


Fonte: Catraca Livre

0 visualização0 comentário