Médico que atestou a morte de João Pedro irá prestar depoimento



A Divisão de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG) ouvirá nos próximos dias o médico que atestou a morte do adolescente João Pedro de 14 anos, morto após ser baleado durante operação da Polícia Federal (PF) em conjunto com a Coordenadoria de Recursos Especial (CORE), na tarde de segunda-feira (18), no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo.

O Delegado Titular responsável pelas investigações, Allan Duarte, quer saber se o adolescente já chegou morto ou teria morrido no heliponto, que fica no bairro da Lagoa, na Zona Sul do Rio.

“Já sabemos que tinha uma ambulância na pista esperando o jovem, mas precisamos saber onde aconteceu o óbito da vítima”, disse.

Segundo Allan, após atestar a morte do adolescente ele autorizou que o corpo fosse encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Tribobô, em São Gonçalo.

Família ainda será ouvida

O delegado afirmou na manhã desta sexta-feira (22) que está enfrentando dificuldades para conseguir o depoimento de familiares do adolescente.

“Eu já implorei ao defensor público Daniel Lozoya, do Núcleo Especial de Direitos da Defensoria Pública, que ele trouxesse a família e as pessoas que estavam na casa no momento do crime para serem ouvidas, mas ele não trouxe até agora dizendo que a família está de luto. Eu quero ouvir essa família e não consigo”, disse o delegado.


Fonte: Plantão Enfoco

20 visualizações

© 2020 Portal Saúde Agora. Tudo sobre SAÚDE em um só lugar!

  • Facebook
  • Instagram