Médico atira contra funcionária que foi pedir demissão e cobrar direitos trabalhistas

Um médico neuropediatra foi preso após atirar em uma funcionária no Bairro do Socorro, em Juazeiro do Norte, no interior do Ceará, na noite da última terça-feira (21). Segundo a vítima, ela pediu demissão ao médico, não aceitou o valor proposto como indenização e, então, foi baleada. O homem foi encontrado pela polícia em uma rua portando uma pistola calibre 380, que foi apreendida.

De acordo com a declaração da mulher à polícia, o suspeito disse que pagaria R$ 400, mas ela discordou do valor. No boletim de ocorrência registrado pela vítima, ela relata que o médico sentou no chão e efetuou três disparos de arma de fogo, atingindo-a no ombro. A vítima foi socorrida para o Hospital Regional do Cariri.

Conforme a polícia, a funcionária conseguiu se desvencilhar do médico e pedir socorro. Em seguida, a Polícia Militar foi acionada e prendeu o médico em flagrante.

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS) informou que, em depoimento, ele alegou que foi agredido pela mulher por causa da aquisição de um aparelho celular e que, temendo pela vida dele, acabou atirando na funcionária.

Ele foi levado para a Delegacia Regional de Juazeiro do Norte, onde foi autuado pelo crime de lesão corporal dolosa de natureza grave e também por porte ilegal de arma de fogo, uma vez que o homem, apesar de possuir registro para a posse da pistola, foi encontrado portando o instrumento em via pública. Em seguida, ele foi conduzido para a cadeia pública da cidade. A polícia investiga o crime.

Fonte: G1

#médico #direitostrabalhistas #Funcionária #demissão #atirar

2 visualizações

© 2020 Portal Saúde Agora. Tudo sobre SAÚDE em um só lugar!

  • Facebook
  • Instagram