Médico é preso por matar uma mulher ao passar cocaína no pênis e ter relação sexual

Um médico alemão de 43 anos foi condenado a nove anos de prisão após matar a amante acidentalmente durante ato sexual na cidade de Halberstadt. Segundo as autoridades, o homem passou cocaína no pênis sem avisar à mulher, que passou mal e morreu.

O julgamento durou dois anos. Apesar da morte ter sido acidental, o homem foi considerado culpado por não ter avisado à vítima dos atos com plano de drogá-la.

Em corte, o homem foi condenado por ser recorente. Outras três mulheres teriam sido vítimas da mesma situação, colocando a droga não só no pênis, como também em copos de bebidas oferecidos para elas.

Andreas David Niederbichler foi condenado por lesão corporal grave que culminou na morte de Yvonne M, de 38 anos, em sua própria casa.

Fonte: Jornal de Brasília

#Alemão #preso #sexo

1 visualização0 comentário

© 2020 Portal Saúde Agora. Tudo sobre SAÚDE em um só lugar!

  • Instagram