top of page

Lutando contra o câncer, idosa precisa doar os próprios cães por recomendação médica



O diagnóstico de um câncer não é fácil para ninguém, principalmente para aqueles que de alguma forma tem um caminho mais solitário. É o caso da dona Maria do Socorro, de 69 anos, que mora sozinha em Chácara, na Zona da Mata mineira. Bom, não tão só assim.

A idosa é cuidadora de cães, tem dezena deles, de todos os tamanhos, raças e idades. A maioria veio das ruas, onde foram abandonados. Mas essa história tão bonita, de uma tutela de vários anos, será interrompida. Por recomendação médica, ela precisa se desfazer dos animais e seguir na luta contra a doença, localizada na região do joelho. Com coração despedaçado, uma campanha de doação dos bichinhos foi criada. Diagnóstico da doença Ricardo Torga, um dos amigos de Maria e criador da iniciativa, contou ao g1 que há um mês foi visitar a mulher e percebeu um caroço em uma das pernas dela. Ao ser aconselhada a procurar um médico, ela descobriu que tinha um tumor no joelho, que crescia cada vez mais. "Maria me procurou, chorando muito, muito preocupada, pois o médico falou que ela teria que fazer uma cirurgia urgente", contou Ricardo Torga. Infelizmente, ela terá que tirar uma boa parte da musculatura da perna, o que vai impedir que a cuidadora ande normalmente.

Com isso, Maria não vai conseguir cuidar mais dos cães e terá que se mudar para casa da sogra da filha dela. Ela será operada no próximo dia 15 de outubro, além de passar por sessões de quimioterapia. Ela com toda dificuldade conseguia dar amor, carinho e atenção. Apesar das limitações dela, os animais amados. — Ricardo Torga Como adotar? Amigos da idosa, como o Ricardo, criaram a campanha “Adoção de Pets”. Até a última segunda-feira (9), 30 cães estavam para adoção e alguns deles já conseguiram uma família. Os animais estão listados no site da iniciativa. Clique aqui e veja.


Fonte: G1

4 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page