top of page

Jovem do RJ descobre que está grávida de quíntuplos e chega a passar mal durante ultrassom



Uma jovem de Nilópolis, na Baixada Fluminense, descobriu que está grávida de quíntuplos. A estudante Sara Campos da Silva, de 18 anos, chegou a passar mal durante o exame de ultrassom que mostrou que ela está esperando cinco filhos.


Médico: Está vendo aqui? É outro coração. Mãe de Sara: É mesmo? Meu Deus, dois.... Médico: Sério. Isso se não forem três, estou achando que são três. Sara: Não moço, não. Médico: Três, quatro Sara: Está me dando falta de ar, mãe.

O momento que o médico fala do quinto filho não foi registrado por conta do tamanho da surpresa.

“Quando o médico falou que era um, depois dois, no terceiro eu já estava passando mal. No quinto, não o ouvi falar”, contou a jovem. O pai dos bebês também se emocionou.

“Quando o médico falou que eram dois corações batendo, eu saí da sala. Quando voltei, o médico disse que tinha cinco. Aí que saí da sala mesmo e comecei a chorar, passar mal, minha pressão foi lá em cima”, disse Renan Alves de Oliveira, namorado de Sara. A avó das crianças também ficou nervosa. “Na hora que eu estava gravando, eu estava feliz sim, mas meu sorriso foi de nervoso. Vocês não têm noção do quanto eu estava nervosa naquela hora”, afirmou Claudia Maria Campos da Silva, mãe de Sara. Sara vai fazer mais um exame para detalhar a gestação.

“Dia 30 vamos voltar e, se confirmar que tem cinco na barriga, eu posso comemorar”, disse Josafar da Silva, pai de Sara e avô das crianças. Genética A genética da família do pai ajuda a explicar a gestação natural de cinco bebês. Regiane e Renata, irmãs de Renan, são mães de gêmeos. Assim como uma prima e um tio do rapaz, que também tiveram dois filhos de uma vez.

Mas, mesmo assim, uma gestação de quíntuplos é raríssima.

“Trata-se de uma gestação extremamente rara, em média um parto a cada 60 milhões são de quíntuplos em um saco gestacional só. Trata-se de uma gestação bastante complicada e tem que ser acompanhada por um serviço especializado”, afirmou o obstetra Rogério Gama.

Sara ainda mora com os pais e sabe que no quarto dela não vai ter espaço para cuidar dos cinco bebês. A jovem conta com o apoio da família, mas vai precisar de muita ajuda durante a gravidez e depois do nascimento das crianças.

“A gente fica preocupado por não ter casa para colocá-los, pois a minha casa é pequena. Eu peço todos os dias: ‘Me dê força, Senhor. Porque eu preciso ajudar com essas cinco crianças’”, disse a avó dos bebês. Redes sociais A família criou uma página nas redes sociais para compartilhar a rotina da gestação. Os cinco já são muito amados. “Sou sortuda por ter cinco crianças dentro de mim”, destacou Sara. A família está pronta para enfrentar tudo com ela.

Eu fico conversando com ela: ‘Você tem noção de que são cinco crianças?’ É muita bênção que eu recebi, presente de Natal”, finalizou a mãe de Sara.


Fonte: G1

8 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page