Instituto afasta médico suspeito de agredir pai de paciente em Sorocaba

Instituto afasta médico suspeito de agredir pai de paciente em Sorocaba — Foto: Arquivo pessoal

Um homem de 43 anos registrou um boletim de ocorrência dizendo ter sido agredido por um médico na Unidade Pré-Hospitalar da Zona Norte de Sorocaba (SP). A vítima chegou a ser internada e recebeu alta nesta sexta-feira (31).

De acordo com o boletim de ocorrência, o rapaz acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) porque o filho dele, de 13 anos, estava passando mal.

O homem contou à polícia que o atendimento médico demorou menos de cinco minutos e que o profissional afirmou que o adolescente tinha apenas um mal-estar e o liberou.

Segundo o relato à polícia, o pai do paciente, acreditando que poderia ser algo mais grave, foi conversar com o médico.

O documento diz que, neste momento, o médico se alterou e os dois começaram a discutir. O homem ficou nervoso e relatou que foi segurado por dois seguranças enquanto era agredido pelo médico com socos no rosto.

A vítima contou à TV TEM que precisou ser internada no Conjunto Hospitalar de Sorocaba (CHS) por conta dos ferimentos e recebeu alta na manhã desta sexta-feira.

O homem relatou que está com uma trinca na face e que a médica informou que ele poderia passar por uma cirurgia, se quisesse.

A UPH da Zona Norte é administrada pelo Instituto Diretrizes. O diretor do instituto, Carlos Lopes, disse que esse foi um caso isolado e que já comunicou a Secretaria Municipal de Saúde.

O diretor informou ainda que o médico já foi afastado. Uma sindicância interna foi aberta para que seja feita uma investigação do que pode ter acontecido. Enquanto isso, o profissional segue afastado.

Ainda segundo o instituto, o paciente é prioridade e a empresa “não compactua com essa atitude”. A Comissão de Ética Médica do Conselho Regional de Medicina também foi notificada.

Em nota, a Prefeitura de Sorocaba informou que a Controladoria Geral do Município também vai abrir um procedimento para apurar o que pode ter acontecido. Nas duas sindicâncias, testemunhas podem ser ouvidas.

Fonte: G1

#agressão #Instituto #médico #Pai

2 visualizações

© 2020 Portal Saúde Agora. Tudo sobre SAÚDE em um só lugar!

  • Instagram