top of page

Ilustrações médicas de pessoas negras buscam igualdade racial na saúde



Você consegue se lembrar quantas vezes viu uma ilustração médica em livros, reportagens, ou até mesmo em artigos científicos retratando pessoas de pele negra? Provavelmente, não, já que na esmagadora maioria das vezes, as imagens usadas em destaque representam corpos brancos. Foi pensando nisso que a Johnson & Johnson e a Deloitte, em parceria com ilustradores nigerianos, lançaram a Illustrate Change, uma biblioteca digital com ilustrações médicas que visa combater as disparidades raciais de saúde.


Todos os artistas que trabalham no projeto como ilustradores são BIPOC (Black, Indigenous and People of Color). Dentre eles, se destaca o médico nigeriano Chidiebere Ibe, que atua como médico ilustrador chefe da biblioteca de imagens.


“O lançamento do Illustrate Change marca um passo em direção a um sistema de educação médica mais representativo. As ilustrações são uma importante ferramenta visual usada tanto na educação médica quanto na educação do paciente”, disse Chidiebere Ibe em uma entrevista.


“Tenho orgulho de minhas ilustrações desempenharem um papel vital em continuar a aumentar a conscientização sobre as lacunas na representação de imagens médicas. Fechar essas lacunas ajuda a evitar preconceitos implícitos nos ambientes de saúde e aumenta a conscientização de como as condições se apresentam em diferentes tons de pele, o que poderia ter implicações muito críticas para os resultados de saúde. Espero que essas imagens inspirem as futuras gerações de ilustradores médicos”, completa Ibe.


Fonte: Metrópoles

3 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page