Idoso que não acreditava na Covid contrai o vírus e fica internado por mais de 200 dias


 
 

O aposentado Amélio Abranches, de 67 anos, não acreditava na gravidade da Covid e também questionava a eficácia da vacina. Em março deste ano, o idoso acabou contraindo o vírus, apresentou complicações e foi internado.


Ele só recebeu alta na manhã desta quarta-feira (3), mais de 200 dias depois — agora, ansioso para se vacinar. “Eu era um cara descrente na vacina da Covid, duvidava da sua eficácia, duvidava até dessa doença. Errei muito, acho que a gente tem que errar na vida e pagar, mas é um débito muito alto”, disse o aposentado. Amélio ficou internado no Hospital Unimed, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. O processo de recuperação continuará em casa, pois ele dependerá de cuidados para tratar sequelas. “Ele era bem reticente quanto à doença, quanto à vacinação, ao uso de máscara”, afirmou o advogado Fernando Abranches, filho de Amélio.

O diretor do hospital explica que ainda será preciso perseverança na recuperação. “Alguns se recuperam um pouco mais rápido, e outros de forma mais prolongada. Mas, graças a Deus, Seu Amélio está indo para casa para complementar a recuperação dele”, disse Luiz Simvoulidis, diretor-médico do hospital. Vacinação A imunização do moradores do Rio foi retomada nesta quarta-feira (3). Pelo último calendário divulgado pela prefeitura, até o dia 13 de novembro, todos os idosos com 61 anos ou mais receberão a dose de reforço na capital. A vacinação no Rio foi interrompida na segunda (1º) e no feriado de Finados, na terça (2). Nesta quarta, a vacinação contra a Covid-19 será para primeira dose de pessoas com 12 anos ou mais e também para a dose de reforço para pessoas com 64 anos ou mais.

Entre quinta (4) e sábado (6), o Rio prevê imunizar com a dose de reforço pessoas a partir de 63 anos.


Fonte: G1

19 visualizações0 comentário