top of page

Idoso morre após engolir osso de peixe de 2 cm e perfurar intestino



Um homem de 61 anos morreu após ter ingerido, sem saber, um espinha de peixe de 2 centímetros. O caso aconteceu no Sri Lanka e foi relatado no International Journal of Surgery Case Reports. Segundo os médicos, o idoso, que era agricultor e não teve o nome revelado, ficou três dias com o fragmento no intestino e chegou no hospital com fortes dores abdominais, febre, vômitos e constipação.


O paciente tinha diabetes tipo 2 e pressão alta e foi prontamente levado à uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ao fazer exames de imagens para entender o quadro, os médicos encontraram o pedaço de osso de peixe. “Tinha forma de gancho e provocou uma perfuração de 5 mm no intestino, com fluídos purulentos circundantes”, afirmam os responsáveis pelo caso na relato.


O ferimento fez com que as fezes escorressem para fora do intestino e provocassem uma infecção generalizada. Horas após a retirada, mesmo com tratamentos fortes para parar a sepse, a condição do paciente só se deteriorou. Após oito horas da internação, ele teve uma parada cardíaca e morreu. O quadro de infecção, segundo os médicos, foi o que possivelmente provocou a parada cardíaca.


Ingestão de espinha de peixe é comum e médicos pedem cuidado


De acordo com os profissionais de saúde que relataram o caso, pedaços de peixe são os principais causadores de perfurações gastrointestinais em locais onde a proteína é um alimento básico. Por isso, é importante estar atento na hora de consumir esses alimentos e buscar um hospital nos primeiros sinais de que algo está errado — os primeiros sintomas são febre e dores abdominais. Os incômodos podem indicar perfurações ou obstrução intestinal e devem ser tratadas o quanto antes.


Fonte: Metrópoles

40 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page