Idosa de 92 anos que tem Alzheimer é estuprada pelo vizinho

Um homem identificado como José Ribamar Sousa, de 73 anos, está sendo procurado pela Polícia Militar por ter estuprado uma idosa de 92 anos em Tajoaçaba (MA). Segundo os familiares da vítima, José era vizinho da idosa e costumava insistir para cuidar dela quando a família não estava em casa.

A família passou a desconfiar das atitudes do homem porque a idosa ficava bastante nervosa todas as vezes que ele chegava perto dela. Por conta disso, a neta da mulher instalou uma câmera na casa que flagrou o agressor abusando sexualmente dela. A denúncia foi feita e o material foi entregue à polícia e ao Ministério Público do Maranhão (MP-MA).

O crime aconteceu em julho deste ano e depois que o caso foi descoberto, José Ribamar fugiu da região. A polícia pediu a prisão preventiva do estuprador. O Ministério Público do Maranhão (MP-MA) denunciou homem pelo crime de estupro de vulnerável e reforçou o pedido de prisão preventiva feita pela Polícia Civil.

A idosa sofre de Alzheimer, uma doença degenerativa que afeta principalmente a memória, além de outros sintomas e alterações no comportamento que se agravam ao longo do tempo. Além disso, a a vítima tem dificuldades de locomoção, por essa razão passa o dia deitada.

Detalhes

A idosa tem cinco filhos, mas apenas um deles reside perto da mãe. Ela mora com uma neta e recebia cuidados de uma profissional da saúde, contratada pela família. Em março deste ano, no entanto, a profissional adoeceu, e não pôde mais trabalhar no local. O vizinho então se aproximou para oferecer ajuda à família. Ele morava ao lado da casa da vítima havia dois anos, vivia sozinho e não teria pedido remuneração para cuidar da vizinha.

Numa das ocasiões em que precisou deixar a vítima na companhia de José Ribamar, a neta flagrou o homem dando três beijos na boca da idosa, ao voltar para casa. Em outro momento, a neta também teria flagrado a avó com o vestido levantado até a altura da barriga. José Ribamar estava sentado ao seu lado.

Depois desses dois episódios, no dia em que uma festa ocorria nos fundos de sua casa, a neta saiu e deixou o celular com a câmera ligada, escondido num vaso de plantas. Vinte minutos depois, ela voltou e descobriu o crime.

“Ele tinha ficado na casa para cuidar da idosa, mas, quando a neta voltou, já não estava mais no local. Ela então foi direto para o celular e as imagens revelaram o estupro. Pelas condições de saúde, a idosa não tinha como oferecer nenhuma resistência nem consentir. A cena é de monstruosidade”, disse o promotor José Augusto Cutrim Gomes.

(Vídeo flagra abuso contra idosa de 92 anos)

Fonte: Pragmatismo Político

#92anos #idosa #vizinho #alzheimer #estupro

2 visualizações0 comentário

© 2020 Portal Saúde Agora. Tudo sobre SAÚDE em um só lugar!

  • Instagram