top of page

Hospital leva paciente de 83 anos para a casa errada e ela só é achada no dia seguinte



Uma mulher idosa, ainda sob o efeito de morfina, foi liberada antes do previsto do hospital e deixada na casa de outra pessoa, a 64 quilômetros de sua residência em Lincolnshire, condado da Inglaterra. A equipe do Pilgrim Hospital confundiu a Joyce Wright, de 83 anos, com outro paciente, localizado no quarto ao lado. Ela havia sido levada ao hospital dias antes para tratamento médico após sofrer uma queda.

A partir da liberação equivocada durante a noite, os funcionários do hospital foram até o local de moradia do paciente que deveria ter sido liberado e encontraram uma chave reserva para adentrar o local. Joyce foi colocada na cama, onde ficou até a manhã seguinte, quando foi encontrada pelos parentes da outro morador da casa.

O filho da idosa, Andy, de 55 anos, não recebeu a informação sobre a alta antecipada da mãe, e apenas descobriu o que aconteceu a partir de telefonemas que partiram das pessoas que a encontraram durante a manhã. Ele afirma ter ficado furioso com o erro, mas acredita ter sido um acidente como resultado da pressão do trabalho realizado pela equipe do hospital.

— Estava escuro e minha mãe estava tomando analgésicos, tomando morfina, então obviamente as coisas estavam um pouco confusas para ela. Ela não percebeu [onde estava] naquele momento específico e obviamente estava bastante sonolenta. Eu temo que o resultado pudesse ter sido mais sério — conta, em entrevista à BBC.

O United Lincolnshire Hospitals NHS Trust e o East Midlands Ambulance Service (EMAS), órgãos ingleses ligados à saúde pública, iniciaram uma investigação para apurar o caso, encontrando os erros cometidos pela equipe responsável pela idosa. Atualmente, Joyce foi transferida e está recebendo tratamento no Johnson Community Hospital.


Fonte: O Globo

2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page