Homem morre de febre hemorrágica brasileira 20 anos após último registro da doença

O Ministério da Saúde confirmou a morte de um morador de Sorocaba, no interior de São Paulo, por febre hemorrágica brasileira. A doença, que é considerada rara e de alta letalidade, não era registrada no país há 20 anos.

Segundo boletim divulgado na segunda-feira (20) pelo governo federal, os sintomas como febre e náuseas começaram em 30 de dezembro e a vítima morreu no dia 11. O paciente não teve histórico de viagem internacional e ainda não se sabe onde ele contraiu o vírus.

“Durante seu atendimento foram realizados exames para identificação de doenças, como febre amarela, hepatites virais, leptospirose, dengue e zika. Contudo, os resultados foram negativos para essas doenças. Foram realizados exames complementares no Laboratório de Técnicas Especiais do Hospital Albert Einstein que identificou o arenavírus, causador da febre hemorrágica brasileira”, diz o comunicado.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) já foi notificada. Os funcionários dos hospitais por onde o homem passou, incluindo o Hospital das Clínicas em que acabou falecendo, estão sendo monitorados, e avaliados, assim como os familiares dele.

Fonte: Metrojornal

#doença #febrehemorrágica #registro #20anos #morte

1 visualização0 comentário