Hapvida compra 85,7% do Grupo São José, do interior de São Paulo



A operadora de planos de saúde Hapvida informou hoje que assinou memorando de intenção de compra de 85,7% do capital votante do Grupo São José, no interior de São Paulo. Essa participação pode chegar a 100% e, nesse caso, o preço de aquisição é de R$ 320 milhões.


Fundado em 1965, o grupo São José é uma das principais companhias de saúde suplementar da região do Vale do Paraíba, no Estado de São Paulo, com sede em São José dos Campos.

A empresa detém uma carteira de 51 mil beneficiários (tíquete médio consolidado de R$ 241, sendo 74,5% em planos coletivos), com dois hospitais totalizando 104 leitos (sendo 20 de UTI), uma clínica localizada em São José dos Campos e uma unidade ambulatorial com pronto atendimento em Jacareí.

“O Grupo São José possui estratégia operacional similar à do Hapvida, com alto grau de verticalização em internações hospitalares e consultas realizados na rede própria.”

A Hapvida ainda explica que a região de atuação do Grupo São José considera um agrupamento de municípios com cerca de 1,6 milhão de habitantes e cerca de 600 mil beneficiários de planos de saúde.

“Caso concluída a transação, a companhia fortalecerá ainda mais sua presença no estado de São Paulo”. Atualmente, a Hapvida possui uma carteira de cerca de 20 mil beneficiários em planos odontológicos por meio do Grupo São Francisco. Além da carteira de 51 mil beneficiários, a transação envolve os imóveis dos dois hospitais, que possuem mais de 7 mil metros quadrados de área construída e, ainda, um terreno de 4 mil metros quadrados adjacente ao hospital geral.

O preço de aquisição será pago da seguinte forma: R$ 240 milhões à vista, em dinheiro, na data de fechamento da transação; e earn out de R$ 80 milhões, abatidas eventuais contingências. Sob determinadas condições de desempenho, a parcela de earn out poderá ser acrescida de até R$ 80 milhões. Os valores serão pagos proporcionalmente ao percentual do capital votante objeto da transação (85,71%, podendo chegar a 100%).

A conclusão da aquisição está condicionada a uma negociação bem-sucedida de instrumentos contratuais e a aprovações da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). (Conteúdo publicado originalmente no Valor PRO, serviço de notícias em tempo real do Valor)


Fonte: Valor Investe

7 visualizações

© 2020 Portal Saúde Agora. Tudo sobre SAÚDE em um só lugar!

  • Instagram