top of page

Hábitos saudáveis podem evitar 30% dos casos de câncer de mama



Entre 2016 e 2020, o câncer de mama foi a principal causa de morte de mulheres no Brasil – representando 16,3% do total de óbitos no período, de acordo com levantamento do Instituto Nacional do Câncer (INCA). Nos últimos três anos, a média anual de novos diagnósticos da doença no país passou de 66 mil. De acordo com levantamento do instituto, 30% dos casos poderiam ser evitados com a adoção de hábitos saudáveis.


Larissa Ghermandi, médica da rede Sami, reforça que realizar exames com frequência, como mamografia, por exemplo, não garante uma boa saúde e também não é uma forma de prevenção. “Para afastar fatores que podem desencadear a doença, é importante cuidar do corpo e da mente de forma preventiva, o que pode ser feito praticando atividades físicas e mantendo uma alimentação saudável. Além disso, é importante controlar o peso corporal”, afirma a especialista.


A profissional da saúde explica que casos na família representam maior risco de desenvolvimento do câncer, mas apenas para parentes em primeiro grau. “Para estas pacientes, a indicação é que seja feito o acompanhamento anual com exames. Para mulheres a partir dos 50 anos, o Ministério da Saúde recomenda o rastreamento via mamografia a cada dois anos, quando não há sinais ou sintomas”, explica Larissa.


A médica alerta que o autocuidado é outro aliado na prevenção e diagnóstico precoce. “Além dos nódulos ou caroços fixos e indolores, observar alterações e inchaços em toda a região dos seios e axilas são sinais de que é necessário investigar”, alerta.

Como prevenir o câncer de mama

O Inca destaca que a prevenção do câncer de mama se baseia no controle dos fatores de risco e no estímulo aos fatores protetores. De acordo com o instituto, as principais maneiras de prevenir a doença são:


  • Controlar o peso corporal e evitar a obesidade;

  • Manter uma alimentação saudável;

  • Praticar exercícios físicos;

  • Evitar o consumo de bebidas alcóolicas;

  • Amamentar.


Fonte: Saúde em Dia

1 visualização0 comentário

Commentaires


bottom of page