top of page

'Guerreiros de fim de semana': praticar atividade física, mesmo que 1 vez por semana, já ajuda a perder peso



Um novo estudo publicado na revista científica Obesity revela que praticar atividade física uma ou duas vezes por semana pode resultar em perda de peso, da mesma forma como se exercitar com regularidade.


A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que as pessoas realizem pelo menos 150 minutos por semana de atividade física moderada, 75 minutos por semana de atividade física vigorosa ou uma combinação equivalente de ambas as intensidades. No entanto, muita gente tem dificuldade de alcançar essa meta diante da correria do dia a dia.


O novo estudo descobriu que as pessoas que concentram seus exercícios em um a dois dias por semana, chamadas pelos pesquisadores de “guerreiros do fim de semana”, podem perder peso de forma semelhante àquelas que se exercitam regularmente, desde que atinjam essas metas de tempo.


“Vale a pena estimular o método guerreiro de fim de semana para pessoas que não conseguem seguir a frequência recomendada”, disse Lihua Zhang, uma das autoras do estudo e cientista de saúde do Centro Nacional de Doenças Cardiovasculares, da Academia Chinesa de Ciências Médicas e da Faculdade de Medicina da União de Pequim, na China.


Zhang sugeriu que a pesquisa fosse divulgada para funcionários de escritório, motoristas de ônibus e muitos outros trabalhadores que ficam sentados por muitas horas durante o trabalho.


“Essas pessoas estão lutando para ficar em dia com sua atividade física durante a semana para compensar o risco de um estilo de vida sedentário, mas têm pouco tempo livre para ir à academia”, disse ela em um comunicado. “Nosso estudo pode oferecer a elas uma opção alternativa para manter a forma.”


De acordo com Zhang, as melhores atividades para os guerreiros de fim de semana são corrida, caminhada, ciclismo e escalada.


Foram pesquisadas 9.600 pessoas a partir da Pesquisa Nacional de Exame de Saúde e Nutrição, de 2011 a 2018. A idade dos participantes variava de 20 a 59 anos.


Os resultados mostraram que 772 participantes relataram o padrão de guerreiro de fim de semana e 3.277 relataram o padrão regularmente ativo. Em comparação com os 5.580 participantes inativos, tanto o grupo guerreiro de fim de semana quanto o grupo ativo regular apresentaram menor adiposidade abdominal medida, circunferência da cintura, gordura corporal total e índice de massa corporal (IMC).


“Esse estudo reafirma o velho ditado sobre atividade física e saúde: qualquer atividade é melhor do que nenhuma. Notavelmente, o treino dos guerreiros de fim de semana foi de maior intensidade e maior duração, e tiveram até mesmo gordura abdominal inferior. A principal conclusão, porém, é que as pessoas devem ser ativas da maneira que se adapte ao seu estilo de vida", disse a professora assistente de medicina clínica Beverly Tchang, do Weill Cornell Medicine em Nova York, que não participou do estudo.


Fonte: O Globo

5 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page