Gabriel Medina desiste das primeiras etapas do WSL para cuidar da saúde mental


 
 

O surfista Gabriel Medina, três vezes campeão mundial, está fora das primeiras etapas da Liga Mundial de Surfe (WSL) – que inicia a temporada neste sábado (29), no Hawaii – para cuidar da saúde mental. O atleta divulgou nas redes sociais, nesta segunda-feira (24), que tomou a “difícil decisão” de abrir mão do campeonato para dedicar-se à saúde.


Medina também revelou estar com uma leve lesão no quadril, e que pretende estar “100% mentalmente para voltar a competir”. De acordo com a organização do WSL, Medina será substituído pelo surfista Caio Ibeli na etapa Billabong Pro Pipeline.


“Somado ao corpo, tenho questões emocionais que estou precisando lidar. Venho de meses muito desgastantes. Reconhecer e admitir para mim mesmo que não estou bem vem sendo um processo muito difícil, e optar por tirar um tempo para me cuidar foi talvez a decisão mais difícil que já tomei em toda a minha vida. Me questionei muito nos últimos tempos se deveria tornar isso público ou manter de forma privada, mas é justo que todos vocês que sempre torceram por mim saibam do momento que estou enfrentando”, escreveu Medina em uma publicação no Instagram.


O atleta destacou ainda que “a saúde mental é muito importante”, e afirmou que precisar estar 100% mentalmente para voltar a competir”. A organização do evento divulgou uma nota manifestando apoio à decisão do tricampeão mundial.


“A saúde e a segurança de nossos atletas são de extrema importância e apoiamos totalmente a decisão de Gabriel de priorizar seu bem-estar”, disse Erik Logan, CEO da WSL.


“Para muitos esportistas campeões mundiais, as pressões de vencer no mais alto nível são grandes e as Olimpíadas e o WSL Championship Tour são difíceis para prosperar. Vimos os altos e baixos com muitos dos nossos melhores surfistas campeões mundiais e apoiamos o Gabriel 100% em seu plano para se recuperar completamente e estar pronto para lutar mais tarde na temporada da WSL”, destacou a organização do campeonato.


Fonte: CNN

7 visualizações0 comentário