Funcionária de hospital descobre morte do filho ao socorrer baleados


 
 

O que parecia ser mais um atendimento durante o plantão para uma funcionária de um hospital, acabou se tornando uma tragédia familiar. Isso porque Elissandra Francelino descobriu que a vítima de um ataque a tiros era o próprio filho. O caso aconteceu no Hospital e Maternidade Flávio Ribeiro Coutinho, em Santa Rita, na Região Metropolitana de João Pessoa, na noite desta segunda-feira (14).


A vítima foi identificada como sendo Gabriel Francelino Olímpio, de 22 anos.


"Eu estava de plantão, socorri ele. Eu não tô conseguindo entender. Minha ficha não caiu", disse a mãe da vítima.

De acordo com as informações, Gabriel foi baleado enquanto dois homens em uma moto perseguiam e atiravam contra uma outra pessoa. Ao notar a situação, ele ainda teria corrido e tentado se esconder, mas acabou sendo atingido por sete tiros.


Gabriel foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e já chegou no hospital em que a mãe trabalha sem vida. O outro homem, que estava sendo perseguido pelos atiradores, também ficou ferido e foi socorrido.


Elissandra disse que não tem conhecimento de qualquer envolvimento do filho com o crime. Ela falou ainda que ele sonhava em ser policial militar. "Se meu filho fosse errado eu tava consciente de que ele estaria colhendo o que plantou. Eu não sou pelo que é errado. Eu vivo trabalhando", contou ela.


Ainda não se sabe as motivações do crime e nem a identidade dos suspeitos.


Fonte: Metrópoles

59 visualizações0 comentário