Fleury e Sabin criam fundo de R$ 200 milhões para startups de saúde



Os grupos Fleury e Sabin anunciaram na quinta-feira (5) um investimento de R$ 200 milhões nos próximos quatro anos em startups de saúde (healthtechs) nacionais e estrangeiras, por meio do novo fundo Kortex Ventures. 


A ideia é realizar entre 15 e 18 investimentos em companhias que possam trazer novidades na área da saúde e sinergias com seus negócios. O Fleury será responsável por 70% do capital do Kortex, enquanto os outros 30% serão do Sabin.


A expectativa das empresas é de que os investimentos comecem a ser feitos nos próximos meses, mas não há uma data específica. Uma das metas do Kortex é ajudar as startups a se tornarem fornecedoras para o Fleury e Sabin. 


Serão priorizadas as áreas de medicina diagnóstica, medicina personalizada e saúde digital, com utilização de tecnologias como inteligência artificial, genômica e análise de dados para a construção de diagnósticos focados no paciente.


“A inovação é hoje cada vez mais uma cultura colaborativa e esse modelo não pode ficar só no laboratório, mas na sociedade. Temos uma afinidade e uma complementaridade com o Sabin”, diz Carlos Marinelli, presidente do Grupo Fleury, em entrevista exclusiva ao Estadão. 


Tanto Fleury como Sabin já fizeram aportes importantes em healthtechs, incluindo nomes como Amparo Saúde (Sabin), Sweetch (Fleury) e Prontmed (ambas). O Fleury, inclusive conta, desde 2019, com um espaço próprio de inovação, o Fleury Lab. O local teve investimento de R$ 30 milhões e é um ponto de contato da empresa com o ecossistema local.


Para se candidatar a receber os aportes, as healthtechs podem entrar em contato diretamente com o fundo pelo site www.kortexventures.com.


Fonte: Olhar Digital

3 visualizações0 comentário