Especialistas apontam importância do sono adequado para crianças


Dormir pelo período adequado é tão importante quanto a alimentação saudável e os hábitos de higiene, já que além de potencializar o desenvolvimento intelectual das crianças, é nesse período de descanso que o corpo libera hormônios de crescimento, de acordo com a National Sleep Foundation.


Além disso, um estudo realizado pela Academia Americana de Medicina do Sono, elaborado em parceria com médicos pediatras, por meio de pesquisa e análise de mais de 860 artigos científicos a respeito do assunto, aponta que dormir pelo tempo recomendado para cada faixa etária está associado a melhora na atenção, memória, comportamento, aprendizagem e saúde emocional.


Segundo a Associação Brasileira do Sono (ABS), existe, sim, um horário ideal para as crianças dormirem - entre 20h e 21h. No entanto, o mais importante é o tempo total de sono dos pequenos.

“Além da questão que envolve a quantidade de horas necessárias para cada idade das crianças, o hormônio melatonina, fundamental para a indução do sono, começa a ser produzido a partir das 19h e tem sua produção máxima nas primeiras cinco horas de sono. Portanto, é de suma importância que os pais tenham isso em mente para que possam criar uma rotina saudável de sono dos pequenos”, explica a pediatra Karoliny Veronese

Horas de sono indicadas para cada idade


Ainda segundo estudo da National Sleep Foundation, publicado no periódico intitulado Sleep Health: Journal of the National Sleep Foundation, crianças de um a cinco anos precisam de 10 a 14 horas de sono.


Dos seis aos treze, a recomendação cai para 9 a 11 horas. Já os adolescentes de catorze a dezessete anos devem dormir de 8 a 9 horas por noite para manter a saúde em dia. A partir dos 18 anos aos 64, a recomendação é de 7 a 9 horas por noite. Acima dessa idade, a quantidade cai para 7 a 8 horas.


Para manter a saúde do sono das crianças, alguns hábitos simples devem ser adotados no dia a dia pelos responsáveis, de acordo com a psicóloga especialista em crianças e educadora parental, Talita Espíndula.

“Regular o uso de telas no período da noite é o primeiro passo. Também é importante seguir todos os dias o mesmo ritual noturno, o que facilita na hora de colocar a criança para dormir, gerando previsibilidade e incentivo ao relógio biológico a se acostumar com o hábito. Além disso, criar um ambiente aconchegante, limpo e confortável, e oferecer comidas leves à noite pode ajudar as crianças a cumprirem as horas necessárias de sono por idade”, orienta a especialista.

Fonte: Folha Vitória

10 visualizações0 comentário