Entenda a importância de manter o intestino saudável


Muita gente não sabe, mas o bom funcionamento do intestino interfere diretamente na saúde de todo o organismo. No Século III a.C., Hipócrates (considerado o Pai da Medicina), afirmou que “todas as doenças começam no intestino”.


Hoje, estudos nos afirmam que 95% de todas as doenças têm início no intestino. E para que o ´´orgão funcione bem, manter uma boa alimentação é fundamental.


"O nosso intestino tem interferência no sistema imunológico, desintoxicação, inflamação, produção de neurotransmissores e vitaminas, absorção de nutrientes, sensação de fome e saciedade, e ainda, aproveitamento de gordura e carboidrato", explicou a nutricionista Beatriz Gaudio.

Equilibrar o intestino significa ter um equilíbrio entre o hospedeiro e as bactérias que alí habitam. "Quando entramos em desequilíbrio há um estimulo de proteínas inflamatórias, e isso pode vir por conta de uma alimentação ruim, excesso de alimentos de alto índice glicêmico, lactose, glúten, e proteína animal", disse a especialista.


Mas a alimentação não é a única que influencia diretamente no bom funcionamento do intestino. O estresse é outro grande vilão, além do uso de antibióticos e medicamentos em excesso.


A importância dos Prebióticos e Probióticos


Quem pesquisa sobre o assunto já deve ter ouvido falar em dois nomes que são fundamentais para a saúde intestinal: Prebiótico e Probiótico. Os Prebióticos são tipos de fibras que não são digeridas e que contribuem para o crescimento e proliferação de bactérias benéficas, chamadas Probióticas.


A palavra “Probiótico”, tem como significado “pro” = a favor e “bio”= vida. Dessa forma, trabalham juntas para que a nossa microflora intestinal realize sua função em condições ótimas em prol da proteção e bom funcionamento do nosso organismo como um todo.

"Como Prebióticos temos cebola, psyllium, aveia, alho, banana, cacau, maçã, raiz da chicória, alcachofra, aspargo, entre outros. Já os Probióticos, o Kefir, Iogurtes, leites fermentados, Kombucha, Produtos Orientais a base de Soja (miso, tempeh…), Chucrute, Picles e Levedura Nutricional", disse Beatriz.

Ainda segundo a nutricionista, tanto os prebióticos quanto os probióicos, podem ser consumidos através de suplementação, mas nesses casos é importante consulta um médico ou nutricionista.

Uma receita, segundo a especialista, está no topo da lista dos alimentos probióticos, o kefir. Com ele é possível preparar receitas como iogurtes, pastas, sorvetes, bolos e preparações salgadas.

Veja abaixo a receita para produzir o kefir na sua casa:


Kefir de leite


Ingredientes:


– 1 a 2 colheres de grãos do kefir;

– Vasilhame não metálico com tampa e capacidade para conter o leite e ainda sobrar espaço (cerca de 1/4)

– 1 recipiente não metálico com a boca larga para coar e armazenar o kefir

– 1 a 2 copos de leite fresco (pode ser integral, desnatado, semidesnatado, pausterizado, homogeneizado ou recém-tirado da vaca ou cabra)


Modo de preparo:


Coloque os grãos de kefir e o leite no vasilhame não metálico (certifique-se de não encher mais de 3/4 do vasilhame). Tampe o vasilhame (pode ser tampa frouxa ou hermética) e deixe-o à temperatura ambiente por aproximadamente 24 horas ou até que o leite coalhe ou forme-se soro (kefiraride) ao seu gosto.


ATENÇÃO: determine um local para deixar seu kefir, por exemplo, um armário onde não bata luz solar direta e, se for possível, de vez em quando, pode ser uma vez a cada duas horas ou mais, dê uma chacoalhada no vasilhame, para certificar-se de que os grãos estarão sempre em contato com leite fresco.


Despeje o conteúdo numa peneira não metálica e coe o kefir em um recipiente também não metálico. O que você coou é kefir pronto para o consumo, embora você possa preferir fazer uma fermentação secundária.


A bebida fermentada pode ser conservada na geladeira, mas os grãos não


Por isso, lave o vasilhame onde os grãos estavam fermentando e repita o processo, adicionando mais leite fresco aos grãos (cuidado – se você utiliza água quente na lavagem do vasilhame, espere-o esfriar antes de depositar os grãos nele).


O kefir deve ser consumido de manhã e à noite diariamente, e ainda pode substituir uma refeição, pois é muito nutritivo.


Fonte: Folha Vitória

9 visualizações0 comentário