Criança tem cirurgia adiada porque pais não aceitam transfusão de doadores vacinados


 
 

A cirurgia cardíaca de um menino foi adiada em Bolonha, na Itália, porque a família dele não aceita que a criança receba transfusão de sangue de doadores vacinados contra a Covid, informa a imprensa local.


A decisão sobre o procedimento, que precisa ser realizado com urgência, está nas mãos de um juiz e deve ser anunciada nas próximas horas, segundo a “Gazzeta di Modena”, cidade de origem da família.

A identidade da família e a idade do menino não foram divulgados.

De acordo com o jornal, a questão foi parar na justiça porque os pais querem criar uma campanha para pedir que apenas pessoas não vacinadas se apresentem para doar sangue para o menino. Os médicos, porém, alegam que não poderiam esperar e que a cirurgia deve ser realizada imediatamente. Além disso, eles afirmam que os critérios para a doação e a transfusão de sangue seguem protocolos rígidos que garantem a segurança do paciente, e que o principal quesito é a compatibilidade.

Um doador que tenha tido Covid e tenha anticorpos não é considerado mais seguro do que um doador vacinado, como alegariam os familiares, garantem os profissionais de saúde.


Fonte: G1

16 visualizações0 comentário