top of page

Criança que dividiu palco com Marília Mendonça em último show ainda chama por cantora


 
 

Olhando para o céu enquanto está sentada na sacada, Valentina Falanga, de apenas oito anos, chama pela cantora Marília Mendonça, que morreu no dia 5 de novembro do ano passado. A cena foi gravada pela mãe da menina e retrata apenas parte da saudade que a pequena sente de sua artista preferida.


Marília Mendonça e mais quatro pessoas morreram na queda de um avião de pequeno porte perto de uma cachoeira na serra de Caratinga, interior de Minas Gerais. O último show da cantora havia sido realizado em Sorocaba (SP), quadro dias antes do acidente.

O show em Sorocaba reuniu 15 mil pessoas na Arena Lucky Friends. Na ocasião, Valentina chegou a dividir o microfone com Marília, algo que se tornou inesquecível para a pequena e emocionou o público que estava presente, conforme contou ao g1 a mãe da menina, Monica Esposito. "A Marília tratou a Valentina muito bem. Não era porque ela era uma cantora, não era porque ela estava fazendo média com quem gostava dela. Ela tratou a Valentina de uma maneira muito especial, não porque a Valentina tem Down, não sei, foi um carisma muito grande de uma com a outra." De acordo com Monica, o amor da pequena pela cantora começou há quatro anos, quando ela ouviu as músicas de Marília pela primeira vez em uma viagem de família. O primeiro encontro com a artista havia sido no último show dela em Sorocaba. Todos os dias a menina ainda escuta as músicas da Marília e até chama por ela. Um desses momentos foi gravado por Monica e divulgado nas redes sociais no dia 15 de janeiro. Nas imagens, Valentina aparece falando o nome da cantora e dizendo que a ama (assista acima).

"Ela começou chamando o pai, que estava demorando para chegar em casa e, do nada, ela começou a falar da Marília Mendonça, nem eu esperava. Eu estava filmando e ela começou a chamar. Eu não preciso nem falar, todo mundo se emocionou. Muita gente mandou mensagem falando desse vídeo." Monica relata que explicou para Valentina sobre a morte de Marília, que já entende o significado, mas sente falta da artista mesmo assim. "Desde que a gente contou, ela ficou triste. Às vezes parece que ela não acredita, mas ela sabe o que é morrer, o que é uma morte. Então, às vezes ela fala que não quer que ela morra, que ela não morreu." 'Lembrança inesquecível' Em novembro de 2021, o pai da criança, Américo Falanga, contou ao g1 que a família é da capital e programou-se para dormir em Sorocaba com a esposa, a criança e outro filho, de 15 anos, por conta do show.

Segundo o empresário, a família conseguiu ficar perto do palco e, em determinado momento, a menina gritou que queria cantar com Marília. O pedido foi atendido.

"Foi algo incrível. A equipe nos levou até lá e as duas cantaram juntas. Foi um momento especial. Ela [Marília] proporcionou uma lembrança inesquecível para a minha filha. Todos vamos sentir falta e que a família seja, de certa forma, confortada", lamenta. Acidente A cantora Marília Mendonça e mais quatro pessoas morreram após a queda de um avião de pequeno porte perto de uma cachoeira na serra de Caratinga, interior de Minas Gerais.

A cantora nasceu em Cristianópolis (GO), em 22 de julho de 1995. Ela surgiu como ícone do "feminejo" em 2016, com sucessos como "Infiel" e "Eu Sei de Cor". Antes, ela já era compositora de sucessos do sertanejo. Relembre a trajetória.


Fonte: G1

43 visualizações0 comentário
bottom of page