Covid: Pfizer planeja vacinar bebês e crianças até novembro nos EUA


Embora no Brasil a imunização de adolescentes contra a Covid-19 tenha sido suspensa pelo Ministério da Saúde nesta quinta-feira (16/9), nos Estados Unidos, os bebês devem começar a ser vacinados contra a doença em breve.


A farmacêutica Pfizer estuda o início da imunização de crianças até 5 anos e irá pedir autorização do governo americano nos próximos dois meses. Apesar da polêmica, o planejamento ainda depende de resultados de testes para verificar se as vacinas realmente são seguras e eficazes para esta faixa etária.


O diretor financeiro da Pfizer, Frank D’Amelio, afirmou ao jornal Financial Times que a campanha de imunização de crianças deve começar ainda em novembro deste ano. Ele espera ter informações para entregar ao FDA, a Anvisa dos Estados Unidos, nas próximas semanas.


Segundo a farmacêutica, os bebês e crianças irão receber uma dose mais baixa do que os adultos. A recomendação dos especialistas é de que ela tenha apenas 3 microgramas do imunizante contra a Covid-19. Dados do governo dos EUA registram que o país já tem imunizado crianças com 12 anos ou mais desde o início do verão. Já as pessoas entre 5 e 11 anos deverão receber a vacina no outono, entre dezembro e fevereiro deste ano.


As taxas de hospitalização de crianças até 4 anos no país norte-americano, em agosto, ficaram em apenas 2,2 por 100 mil habitantes. O número, segundo o governo, foi seis vezes menor do que o índice de pessoas com mais de 65 anos, que registrou 15,8 por 100 mil habitantes.


Fonte: Metrópoles


1 visualização0 comentário