Covid-19:Brasil passa Itália e Bélgica e se torna o 9º país com mais mortes por milhão de habitantes


O Brasil passou Itália, Eslovênia e Bélgica em maio e se tornou o 9º país com mais mortes por Covid-19 proporcionais à sua população, mostram dados do "Our World in Data", projeto ligado à Universidade de Oxford.


À frente do Brasil estão apenas nações pequenas da Europa, todas com 10 milhões de habitantes ou menos, como Hungria, San Marino e Montenegro (veja o ranking abaixo).

Em termos absolutos, o Brasil é o 2º país com mais afetado do mundo, com mais de 461 mil mortes por Covid-19, atrás apenas dos EUA, que tem 594 mil óbitos e é o 17º no ranking proporcional. O Brasil já era, desde meados de abril, o país mais afetado das Américas, quando passou Estados Unidos, México e Peru e se tornou a 13ª nação com mais óbitos por milhão de habitantes do mundo.

Desde então, ultrapassou também o Reino Unido em 29 de abril, a Itália em 18 de maio, a Eslovênia no dia 21 e a Bélgica na sexta-feira (28).

Países com mais mortes proporcionais por Covid-19 do mundo:

  1. Hungria: 3.077 óbitos a cada 1 milhão de habitantes

  2. República Tcheca: 2.811

  3. Bósnia e Herzegovina: 2.807

  4. San Marino: 2.651

  5. Macedônia do Norte: 2.595

  6. Bulgária: 2.541

  7. Montenegro: 2.520

  8. Eslováquia: 2.260

  9. Brasil: 2.173

  10. Bélgica: 2.151

  11. Eslovênia: 2.103

  12. Peru: 2.092

  13. Itália: 2.084

  14. Croácia: 1.952

  15. Polônia: 1.948

  16. Reino Unido: 1.886

  17. Estados Unidos: 1.795

  18. Colômbia: 1.735

  19. México: 1.733

  20. Argentina: 1.713

Dos países à frente do Brasil, os mais populosos são a República Tcheca (10,7 milhões habitantes) e Hungria (9,6 milhões). Os menores são San Marino (34 mil habitantes) e Montenegro (628 mil). Copa América no Brasil Nesta segunda-feira (31), a Conmebol anunciou que a Copa América deste ano será no Brasil. O torneio de futebol tem início marcado para daqui a 11 dias.

Argentina e Colômbia seriam as sedes da competição, mas desistiram.

A Colômbia deixou de ser uma das sedes no dia 20, devido à onda de protestos no país, e a Argentina abdicou do torneio ontem, dia 30, em meio à piora da pandemia.

Ambos os países possuem menos mortes proporcionais à população do que o Brasil (veja acima). A Colômbia é o 18º do ranking e a Argentina, o 20º. Pandemia na América do Sul A América do Sul é a região com mais novas mortes por Covid-19 do mundo, proporcionais à população, desde o começo de março (quando passou a América do Norte).

A região é também a com mais novos casos a cada 1 milhão de habitantes desde o começo de abril (quando passou a Europa).

Na época, os números eram puxados pelo Brasil, que passava pelo pico da segunda onda. Mas a situação já começava a piorar no Uruguai, na Argentina e na Colômbia.

Os números de novas vítimas e novos infectados da América Latina são 4 vezes maiores do que a média mundial (veja abaixo).

Mortes por Covid-19 nos últimos 7 dias (média diária proporcional à população):

  • América do Sul: média de 7,79 óbitos por dia a cada 1 milhão de habitantes

  • Europa: 1,86

  • América do Norte: 1,80

  • Média mundial: 1,41

  • Ásia: 1,06

  • África: 0,20

  • Oceania: 0,03

Casos confirmados de Covid-19 nos últimos 7 dias (média diária proporcional à população):

  • América do Sul: média de 315 infectados por dia a cada 1 milhão de habitantes

  • Europa: 71

  • Média mundial: 63

  • Ásia: 57

  • América do Norte: 55

  • África: 7

  • Oceania: 4

Fonte: G1

10 visualizações0 comentário