Covid-19: agosto foi o mês com o menor número de casos e mortes no Brasil


Em agosto, o Brasil registrou o menor número de óbitos e casos mensais de Covid-19 do ano. Segundo levantamento da CNN, foram 24.043 mortes e 859.015 infecções confirmadas pela doença no país. Os índices ficaram abaixo de meses como julho, com 38.304 mortes e 1.360.714 casos, e de junho, que totalizou 55.275 vítimas e 2.011.587 contaminações.


O Brasil registrou nesta quarta-feira (1º) a menor média móvel de mortes por Covid-19 do ano. Pelo terceiro dia seguido, o número que revela os óbitos confirmados nos últimos sete dias atingiu o menor índice em 2021, ficando em 644 nesta quarta-feira. Na terça-feira (31), o índice ficou em 667, na segunda-feira (30), o número foi de 675.


Nas últimas 24 horas, foram registradas 737 mortes e 27.345 casos da doença no país. Os dados são do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). O Brasil soma 581.150 óbitos e 20.804.215 infecções desde o início da pandemia, em março de 2020.


Terceira dose


Os resultados do estudo encomendado pelo Ministério da Saúde para avaliar a aplicação de uma terceira dose em pessoas imunizadas com a Coronavac foram encaminhados na semana passada para a Universidade de Oxford. A instituição inglesa fará a análise para mensurar a resposta imune após seis meses da segunda dose da Coronavac e o potencial de cada imunizante testado em aumentar a proteção contra a Covid-19 e as cepas variantes. Leia mais.


Vacinação em São Paulo


O governo de São Paulo anunciou nesta quarta-feira (1.º) o calendário de aplicação da dose adicional da vacina contra a Covid-19 em pessoas com mais de 60 anos, que começará em todo o estado a partir da segunda-feira (6). A vacinação das pessoas com 60 anos ou mais seguirá esquema de escalonamento, começando por pessoas com 90 anos ou mais entre os dias 6 e 12 de setembro. Leia mais.


Passaporte da vacina se torna obrigatório em eventos de SP a partir desta quarta


O passaporte da vacina passará a ser obrigatório na cidade de São Paulo a partir desta quarta-feira (1º). Com o objetivo de estimular a imunização contra a Covid-19 entre aqueles que ainda não procuraram os postos, o passaporte servirá como um comprovante de vacinação para ingresso em eventos com mais de 500 pessoas na capital paulista, de acordo com a prefeitura de São Paulo. Leia mais.


Saúde mental x pandemia


Estudos publicados em 2021 sobre suicídio e coronavírus surpreenderam quem apostava que o primeiro dispararia em função da disseminação do segundo. De acordo com as pesquisas, não foi bem assim. O medo do contágio, o confinamento e as incertezas não levaram necessariamente a um maior número de mortes imputadas a si. Os suicídios, inclusive no Brasil, se mantiveram num patamar estável. Em alguns países, como a Austrália, até caíram. Leia mais.


Fonte: CNN

2 visualizações0 comentário