Coronavírus pode causar sintomas na pele?

É possível que a lista de sintomas causados pelo coronavírus (Sars-CoV-2) ganhe mais um item. Estudos pequenos e relatos de médicos sugerem que alguns pacientes acometidos pela Covid-19 podem apresentar problemas na pele.

Um dos comunicados mais recentes sobre o tema foi escrito por pesquisadores italianos no Journal of the European Academy of Dermatology. Eles afirmam ter encontrado alterações dermatológicas em 20% de um grupo de 88 italianos infectados pelo coronavírus.

A maioria possuía manchas e lesões avermelhadas, chamadas de exantema ou rash cutâneo. Erupções parecidas com as do sarampo foram detectadas em um dos participantes, e outros três manifestaram urticária.

“Dedos do pé de Covid”

De olho nesses e em outros relatos, a Associação Americana de Dermatologia está pedindo informações aos médicos sobre manifestações cutâneas do novo coronavírus A entidade declarou ao site USA Today que já recebeu mais de 300 contribuições — e uma parte considerável descreve uma alteração peculiar, apelidada de “dedos do pé de Covid”.

Trata-se de um fenômeno observado em alguns países, principalmente em crianças e pessoas mais jovens, em que os dedos dos pés ficam avermelhados e até arroxeados. Alguns descrevem ainda sensação de ardência na área. A lesão some em poucos dias e não parece relacionada à gravidade da doença.

Em comunicado, o Sindicato Nacional de Dermatologistas e Venereologistas da França destaca que seus associados também têm notado, nos indivíduos infectados com Sars-CoV-2, manchas escuras parecidas com as de queimaduras de frio, com ou sem males respiratórios associados. Outros portadores exibiriam sinais passageiros de urticária.

Até agora, dois relatos oficiais de “dedos do pé de Covid” foram publicados em periódicos científicos: um jovem de 23 anos e um adolescente italiano de 13. Ou seja, estamos falando de uma suspeita inicial a ser investigada.

Elo entre sintomas na pele e coronavírus não está comprovado

Em posicionamento, a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) avaliou diversas publicações já conduzidas e ressalta que é cedo para tirar uma conclusão definitiva sobre o tema.

Entre as limitações, há o fato de os estudos serem pequenos e com falhas metodológicas. As publicações disponíveis até agora são relatos de caso e cartas ao editor — quando os pesquisadores trazem um resultado sem mostrar o trabalho na íntegra ou submetê-lo a colegas isentos para uma checagem.

A SBD também destaca a ausência de imagens ou biópsias que comprovem a relação e permitam a avaliação aprofundada das lesões. Não dá para afirmar se elas aparecem antes ou depois dos sintomas clássicos — ou mesmo por causa de medicamentos e outras infecções coexistentes.

Conclusão: apesar das suspeitas, sintomas na pele não são considerados indícios de Covid-19 por enquanto. De qualquer maneira, a SBD pede aos médicos e dermatologistas que documentem com precisão as possíveis lesões observadas em vítimas do coronavírus para entender melhor a relação entre uma coisa e outra.

Fonte: Abril Saúde

#coronavirus #dermatologia #pele #sintomas

1 visualização

© 2020 Portal Saúde Agora. Tudo sobre SAÚDE em um só lugar!

  • Instagram