Coronavírus: ‘Operação de resgate foi tensa’, diz médico que desembarcou no DF após 14 d

O médico sanitarista Marcus Quito, do Ministério da Saúde, desembarcou deste domingo (23) na Base Aérea de Brasília. Ele faz parte do grupo de 24 pessoas – entre tripulação, médicos e jornalistas que integravam a equipe técnica que buscou os brasileiros vindos de Wuhan, epicentro do novo coronavírus na China.

Ao todo, 34 brasileiros foram repatriados. O grupo ficou 14 dias em quarentena, em Anápolis (GO), desde o último dia 9. A previsão inicial do governo era que as 58 pessoas ficassem isoladas por 18 dias, mas a liberação ocorreu antes, após o terceiro e último exame descartar a contaminação pelo Covid-19.

Após o desembarque em Brasília, o sanitarista relembrou os momentos que viveu durante o resgate dos brasileiros, em Wuhan.

“A operação de resgate em si foi bastante tensa. Principalmente porque nós estamos lidando com algo ainda não muito conhecido.”

‘Operação de resgate foi tensa’, diz médico que desembarcou no DF após quarentena

‘Estamos mais preparados’

Quito é o atual diretor substituto do Departamento de Vigilância Ambiental, Saúde do Trabalhador e Emergências de Saúde, do Ministério da Saúde. Ao resumir o resultado da operação de resgate de brasileiros na China, o médico contou que “não houve nenhuma intercorrência nos 14 dias”.

“Nós aprendemos muito com o protocolo que criamos. Então, estamos mais preparados para enfrentar uma condição de eventual quarentena necessária no futuro”, afirmou o sanitarista.

Grupo caminha rumo ao embarque para seus estados após quarentena — Foto: Vitor Santana/G1

Saudades

Adriele da Nóbrega é mulher de um comissário de bordo da Força Aérea Brasileira (FAB), que participou da equipe técnica que foi à China. Ao falar sobre a ida do marido à Ásia, a dona de casa contou que não ficou preocupada e que agora, a família quer aproveitar o militar em casa.

“Deus permitiu que todos eles fossem para lá para ajudar a quem precisava. Eles foram com bastante respaldo, então eu não fiquei preocupada, de verdade”, afirmou.

“Agora é matar a saudade.”

Adriele da Nóbrega é esposa de um comissário de bordo da Força Aérea Brasileira (FAB), que participou da equipe técnica que foi à China — Foto: TV Globo/Reprodução

Fim da quarentena

O Ministério da Defesa anunciou o fim da quarentena dos repatriados neste sábado (22). Em nota, o governo federal informou que “os resultados foram negativos para coronavírus e [os repatriados] continuam assintomáticos”.

“Cada um dos repatriados recebeu uma declaração do MS informando o estado de saúde livre da doença pelo novo Coronavírus (COVID-19)”, diz trecho do comunicado.

Os brasileiros voltaram aos seus estados em dois aviões da Força Aérea Brasileira (FAB). Um deles fez escalas em Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), Curitiba (PR) e Florianópolis (SC).

A segunda aeronave pousou em Brasília e seguiu para a Serra do Cachimbo, no Pará. Dois dos repatriados que desembarcaram no DF foram para Natal (RN) e São Luis (MA), em voos comerciais. Um dos repatriados permaneceu em Anápolis.

Fonte: G1

#coronavirus #médico #quarentena #resgate

2 visualizações

© 2020 Portal Saúde Agora. Tudo sobre SAÚDE em um só lugar!

  • Facebook
  • Instagram