Coronavírus: DF tem 1º dia de uso obrigatório de máscara; veja fotos

O uso obrigatório de máscaras em espaços públicos do Distrito Federal começou a valer nesta quinta-feira (30), mas sem punições, depois que o GDF adiou para o dia 11 de maio a aplicação de multas para quem descumprir a medida (entenda mais abaixo).

No início da manhã, o G1 percorreu as ruas da capital e observou que parte da população já começou a sair de casa com o item de proteção. As máscaras são distribuídas gratuitamente em terminais de ônibus e do metrô, mas em alguns pontos, o estoque acabou antes das 8h.

Na Rodoviária do Plano Piloto, o auxiliar de serviços gerais Carlos Luiz Gonzaga, que trabalha no local, disse que viu “muita gente usando máscaras”.

“Eu acho certo usar. É para respeitar o outro e se cuidar. Aqui [na rodoviária], é uma ou outra pessoa que a gente vê sem máscara”, disse.
Passageiros à espera de ônibus em parada no DF — Foto: TV Globo/Reprodução

Passageiros à espera de ônibus em parada no DF — Foto: TV Globo/Reprodução

Já o inspetor de estação, Anderson Munhoz, funcionário do Metrô, contou que as máscaras foram distribuídas “para quem quisesse”. Segundo o servidor, esse foi um dos motivos para o estoque acabar rápido. “Porque não foi entregue só para quem estava sem máscara”, disse.

A reportagem constatou que, até as 10h, o estoque havia terminado em pelo menos três terminais, em Taguatinga e em Ceilândia.

Usuários da Rodoviária do Plano Piloto usando máscaras, no DF — Foto: G1 DF

Usuários da Rodoviária do Plano Piloto usando máscaras, no DF — Foto: G1 DF

Sem estoque

Nesta quinta (30), o GDF começou a distribuir máscaras para população. A proposta inicial, segundo o governador Ibaneis Rocha (MDB), era começar a obrigatoriedade do uso dos acessórios, a fiscalização e a distribuição no mesmo dia.

No entanto, o governo não conseguiu receber todas máscaras a tempo da vigência do decreto, e precisou adiar a data para aplicar as penalidades em caso de descumprimento da norma. A previsão era a entrega de 1 milhão de itens. Mesmo assim, houve a distribuição em pontos específicos do DF.

Na estação de metrô Centro Metropolitano, em Taguatinga, a entrega começou cedo, mas, antes das 8h, as máscaras já tinham acabado.

GDF distribuí máscaras em estação do metrô da Praça do Relógio, em Taguatinga

GDF distribuí máscaras em estação do metrô da Praça do Relógio, em Taguatinga

Foi o caso do aposentado Waldir Silva, que pegou um pacote de máscaras do governo mesmo sem usar o metrô no momento. “Eu perguntei se podia pegar, porque eu queria uma, e eles me deram. Que bom. Estou agradecido”, disse.

No entanto, de acordo com a servidora Suelen Castro, que atua na entrega de máscaras na estação Praça do Relógio, em Taguatinga, “as máscaras são para quem não têm acesso”. A distribuição ocorre de 6h às 21h, em dias úteis.

“As estações que ficarem sem máscaras, vão receber reposição. Nós já estamos levando daqui para o Centro Metropolitano ainda esta manhã.”

Pontos de distribuição

Homem recebe máscara doada pelo GDF, na estação do metrô da Praça do Relógio, em Taguatinga, no DF — Foto: G1 DF

Homem recebe máscara doada pelo GDF, na estação do metrô da Praça do Relógio, em Taguatinga, no DF — Foto: G1 DF

A entrega gratuita das máscaras vai ocorrer em dias úteis, das 6h às 21h. Cada pessoa poderá retirar até duas máscaras, de acordo com o estoque disponível.

Até esta quarta (29), o governo havia recebido 50 mil máscaras na primeira remessa, feitas pela Federação das Indústrias (Fibra). O G1 aguarda posicionamento da federação.

Fonte: G1

#df #fotos #máscaras #usoobrigatório

0 visualização0 comentário