top of page

Congelamento de óvulos: como funciona o procedimento que fez Carla Diaz desistir do carnaval



Carla Díaz, de 33 anos, explicou que recusou o convite para ser madrinha de bateria de uma escola de samba de São Paulo para fazer congelamento de óvulos.


— Esse ano, optei tirar um tempinho para mim no início do ano. Quis tirar umas férias, porque fiz congelamento de óvulos. Como demanda um tempo, acabei não desfilando. Ano passado, eu fui madrinha de bateria da Estrela do Terceiro Milênio lá de São Paulo. Eles me chamaram novamente, mas esse ano, como eu não poderia participar dos ensaios por conta desse meu momento — disse à Quem.


O que é o congelamento de óvulos?


O congelamento de óvulos é uma estratégia de preservação da fertilidade para mulheres que decidiram adiar a gestação seja por motivos pessoais, emocionais, financeiros ou profissionais. A idade é um fator preponderante quando o assunto é fertilidade.


O médico Rodrigo Rosa, especialista em reprodução humana e diretor clínico da Clínica Mater Prime, em São Paulo, explica que a queda na fertilidade feminina começa após os 30 anos. Esse processo fica mais acentuado após os 35 anos porque a mulher já nasce com todo o estoque de óvulos que será utilizado durante toda a vida reprodutiva.


— Ao longo do tempo, há queda da quantidade e da qualidade dos óvulos, com mais erros genéticos, dificultando a gestação e aumentando o risco de abortos espontâneos.


Como é feito o congelamento de óvulos?


Todo o processo leva aproximadamente três semanas. Os estágios iniciais são semelhantes aos do processo de fertilização in vitro, incluindo: uma a duas semanas de pílulas anticoncepcionais para desativar temporariamente os hormônios naturais; 9 a 10 dias de injeções de hormônio para estimular os ovários e amadurecer vários óvulos.


Depois que os óvulos amadurecem adequadamente, eles são removidos com uma agulha colocada na vagina sob orientação de ultrassom. Este procedimento é feito sob sedação intravenosa e não é doloroso. Os óvulos são congelados imediatamente em um processo chamado criopreservação, em uma temperatura de -196ºC.


Quando a paciente está pronta para tentar a gravidez, o que pode acontecer vários anos depois, os óvulos são descongelados e é feito o procedimento de fertilização in vitro. Esse óvulo é fertilizado com um único espermatozoide e o embrião é transferido para o útero.


Qual é a idade ideal para congelar os óvulos?


O especialista é categórico em dizer que quanto mais jovem a mulher realizar o congelamento, maior será a chance de o óvulo gerar um bebê. Não existe uma idade contraindicada para o congelamento, mas o ideal é que seja realizado até os 35 anos, pois as taxas de sucesso são maiores.


Qual a taxa de sucesso de gravidez após o descongelamento?


Segundo Rosa, taxas de descongelamento de óvulos de 75% e taxas de fertilização de 75% são esperadas em mulheres de até 38 anos de idade.


— Dessa forma, para 10 óvulos congelados, espera-se que sete sobrevivam ao degelo e cinco ou seis fertilizem e se tornem embriões. Normalmente, de três a quatro embriões são transferidos em mulheres de até 38 anos de idade. Portanto, recomendamos que 10 ovos sejam armazenados para cada tentativa de gravidez. A maioria das mulheres com 38 anos de idade ou menos pode esperar colher de 10 a 20 óvulos por ciclo — destaca o médico.


O maior estudo já publicado sobre o assunto, que analisou mais de 900 bebês nascidos de óvulos congelados, não mostrou aumento na taxa de defeitos congênitos quando comparado à população em geral. Outro estudo também não mostrou taxas aumentadas de defeitos cromossômicos entre embriões derivados de óvulos congelados em comparação com embriões derivados de óvulos frescos.


Fonte: O Globo

1 visualização0 comentário
bottom of page