Como ser fitness gastando pouco? Os 3 pilares de uma vida saudável


 
 

Quem quer saber como ser fitness gastando pouco, provavelmente, deve acreditar que é necessário investir muito dinheiro em academias modernas, suplementos de última geração e alimentos requintados. No entanto, com um pouco de criatividade e muita determinação, é possível conquistar excelentes resultados dentro de um estilo de vida saudável.


E não pense que é necessário compensar a falta de dinheiro com algum tipo de esforço extra. O empenho, nesse caso, é necessário para todas as classes sociais. Se você não tiver foco no treino e na alimentação, dificilmente as coisas vão andar para frente – por mais dinheiro que você invista.


Para comprovar isso e mostrar como ser fitness gastando pouco, consultamos o treinador e assessor esportivo Leandro Twin, que nos revelou os três pilares de um estilo de vida ativo e saudável. Veja como é possível cumprir todos os requisitos indicados pelo especialista sem investir muito dinheiro:


1 – Dieta


“Um erro que eu detecto rapidamente trabalhando com os meus alunos é quando eu pergunto sobre disciplina na dieta e eles dizem que estão fazendo 75%. Isso não é palpável assim. Se eu questionar e ele disser que, de quatro refeições no dia, ele está comendo só uma refeição errada, de nada adianta. Na errada ele come tanta caloria que anula as outras três por tirar o déficit calórico do dia. Então, ele não emagrece nada. O mesmo pode acontecer em uma dieta de ganho de peso. Sendo assim: sempre faça dieta 100%”, recomenda Twin.


Como gastar pouco na dieta: realmente, a alimentação – principalmente para que quer ganhar massa muscular – tende a ser um dos itens mais caros de uma vida fitness. No entanto, ainda assim é possível optar por alimentos básicos, como arroz, feijão, frango, verduras e legumes. Muitos acreditam que é necessário utilizar suplementos e ingredientes caros. No entanto, o importante é suprir as necessidades de nutrientes do organismo. E, nesse caso, não precisa inventar muito.


2 – Treino


“Se o indivíduo não treina até a falha, ele não extrai toda a potência do seu corpo, porque o organismo não vê um motivo para construir uma nova quantidade de massa muscular. Está confortável dessa maneira. Então, você precisa treinar todas as séries e repetições até a falha. Temos alguns períodos da periodização em que vamos fazer uma carga regenerativa e treinar mais leve? Sim! Mas é algo programado. No geral, só vai responder bem se você treinar até a falha”, insiste o treinador.


Como gastar pouco com o treino: como vimos, o princípio básico do treino de musculação é chegar até a falha em cada exercício. Porém, não é necessário ter aparelhos de última geração para isso. Uma academia simples, com pesos livres e um professor já é o suficiente para que você consiga realizar bons treinos. E se, mesmo assim, a mensalidade for um problema, ainda é possível apostar em treinos em casa e outras modalidades, como corridas e caminhadas. O importante é se mexer.


3 – Saúde


“Às vezes o indivíduo faz tudo certinho. A dieta e o treinamento estão impecáveis. Mas, quando analisamos a parte dos hormônios, encontramos taxas alteradas que anulam 100% os resultados. Então, sempre verifique os três pilares mais importantes para os seus resultados: a testosterona, os hormônios da tireoide e a sensibilidade à insulina. Se algum deles estiver muito ruim, pode frear completamente os seus resultados”, finaliza Twin.


Como gastar pouco com a saúde: nesse caso, é necessário ter um pouco de paciência. Realizar consultas e exames na rede pública de saúde pode demorar um pouco mais do que em locais privados. No entanto, no final das contas, o resultado e a avaliação médica, tendem a ser equivalentes.


Fonte: Saúde em Dia

3 visualizações0 comentário