Com dois pênis, menino de 7 anos faz cirurgia para tirar um dos órgãos


 
 

Médicos do Uzbequistão relataram um caso muito raro de um menino que nasceu com dois pênis funcionais, anomalia que ocorre com 1 a cada 6 milhões de homens. Além dessa situação, o garoto nasceu sem ânus, condição conhecida como atresia anal.


Em um artigo publicado na revista Science Direct, os médicos contaram que a criança tinha os dois órgãos completamente desenvolvidos, conseguindo urinar por ambos, o que significa que ele tinha duas uretras.


O menino, que não teve o nome divulgado, viveu com os dois pênis até os 7 anos de idade, quando passou por uma cirurgia para a retirada de um dos órgãos genitais. A difalia pode causar problemas nos testículos, no trato digestivo e urinário.


Durante a operação, o pênis esquerdo foi removido e seu fluxo de urina, redirecionado para o lado direito. O paciente se recuperou completamente depois de dois meses, quando conseguiu voltar a usar o banheiro.


Atresia anal


A atresia anal é uma condição congênita que afeta um em cada 1.500 bebês. Ela está relacionada a um problema na perfuração da membrana que separa o intestino do ânus.

No caso do menino do Uzbequistão, o problema foi corrigido logo após o nascimento. Os médicos não entenderam, no entanto, por que demorou sete anos para ele ter o pênis duplo removido.


Fonte: Metrópoles

41 visualizações0 comentário