top of page

CIV: o que é a doença diagnosticada em filha do casal de atores Renato Goés e Thaila Ayala



O Fantástico conversou com os atores Renato Goés e Thaila Ayala sobre a recuperação da filha Tereza. No início do mês de julho, a pequena, com dois meses, passou por uma cirurgia para tratar um problema no coração descoberto ainda dentro do útero.


Eles descobriram que Tereza tinha uma Comunicação Interventricular (CIV): "E aí... o médico viu o coração inteiro e chega no final - eu já estava quase me vestindo - ele falou "peraí". E ele achou uma CIV", relata Thaila. O que é CIV O coração tem quatro cavidades que bombeiam o sangue: dois átrios e dois ventrículos. E não era pra ter comunicação entre os dois lados. A Comunicação Interventricular (CIV) é um buraco entre eles, desviando parte do sangue. Em cada 100 nascimentos, um bebê nasce com alguma cardiopatia - e a CIV é a mais frequente. Alguns espaços se fecham sozinhos e outros não têm impacto.

O cardiologista da Tereza explicou que a circulação menos eficiente gasta mais calorias. O sangue não atende tão bem os órgãos. "Você diminui o fluxo para o intestino, diminui a absorção de nutrientes, e isso leva a uma consequência mais evidente para as famílias, que é o baixo ganho de peso e muitas vezes o baixo ganho de estatura, destaca o cardiologista, Gustavo Foronda. O aumento de peso era um indicador importante de sua saúde, mas, mesmo com uma alimentação adequada, houve semanas em que Tereza não chegou a ganhar nem 10 gramas. A bebê veio ao mundo com 39 semanas, numa cesárea, pesando dois quilos. A cirurgia Com o nascimento de Tereza, a preocupação na cabeça dos pais era a necessidade da cirurgia. "Teve uma que ela foi ao banheiro e eu perguntei ao médico: como era? (...) E aí eu perguntei para ele e ele falou: É uma cirurgia pesada mesmo. Nunca mais vai sair da minha cabeça. Ele falou, é abrindo. Aí, nossa! Quando ela voltou do banheiro, eu fiquei meu Deus do céu, eu passei um tempo sem ter coragem de falar para ela”, compartilhou Renato Goés. A mãe descreve que a cirurgia de Tereza foi um procedimento delicado. "Abre o peito, serra, tira todo o sangue do coração, afasta do pulmão, opera, intuba, volta o sangue pro coração, fecha o peito e deixa o marca-passo. Minha neném não tem três quilos e meio", desabafou Thaila. O cirurgião conseguiu costurar com tecido biológico o coração. Os médicos disseram que o problema da Tereza teoricamente está resolvido e que ela vai levar uma vida normal. Apesar das preocupações, a cirurgia foi bem-sucedida, e Tereza retornou para casa em apenas dez dias.


Fonte: G1

8 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page