Cirurgião, ex-BBB Marcos Harter quebra regra do Conselho Federal de Medicina

O cirurgião Marcos Harter, ex-participante do Big Brother Brasil 17, violou mais uma regra do Conselho Federal de Medicina ao divulgar em suas redes sociais os preços da cirurgia para colocar próteses de silicone. De acordo com a resolução CFM 2.170/17, os valores só podem ser revelados dentro dos estabelecimentos médicos, por entender que a divulgação deixa o sigilo do paciente vulnerável.

Além disso, anúncios de preços e promoções promovem uma concorrência desleal entre médicos, comércio da saúde e captação de clientela. Os pacientes podem ser influenciados pelo valor de consultas e procedimentos, ainda que não se sintam seguros. As práticas são proibidas pelo CFM desde 2010.

Há menos de um ano, Harter também violou publicamente as regras do Conselho quando publicou uma foto se alimentando enquanto realizava uma operação dentro da sala de cirurgia. Além da falta de ética, a atitude poderia causar risco de contaminação no centro cirúrgico.

Por meio de nota enviada ao Notícias da TV, o Conselho Regional de Medicina do Estado do Mato Grosso, no qual o ex-BBB está inscrito, informou que está atento às violações de Harter e que já existe um processo contra o cirurgião.

Além disso, o Departamento Jurídico do órgão notificou o Cremesc (Conselho Regional de Medicina do Estado de Santa Catarina) para que também abra uma sindicância contra o médico, porque o Código de Processo Ético-Profissional determina que essa apuração seja feita no local onde o fato ocorreu. Confira a íntegra do comunicado:

“O Conselho Regional de Medicina do Estado de Mato Grosso (CRM-MT), em virtude das notícias publicadas por veículos de comunicação de várias cidades do país, vem a publico esclarecer alguns fatos relacionados ao médico Marcos de Oliveira Harter.

O CRM-MT está atento às violações das regras estabelecidas pelo Conselho Federal de Medicina relacionadas ao profissional citado;

De acordo com a Resolução do CFM nº 2217/18 é vedado ao médico a prática de concorrência desleal; O exercício mercantilista da medicina; Permitir que sua participação na divulgação de assuntos médicos, em qualquer veículo de comunicação de massa, deixe de ter caráter exclusivamente de esclarecimento e educação da sociedade, e a divulgação de assunto médicos de forma sensacionalista, promocional ou de conteúdo inverídico;

Voltamos a ressaltar que o CRM-MT já instaurou procedimentos administrativos (Sindicâncias), e, inclusive, está em andamento Processos Ético-Profissional para apurar os eventuais desvios éticos do médico Marcos de Oliveira Harter;

Além disso, o Departamento Jurídico do CRM-MT notificará o Conselho Regional de Medicina do Estado de Santa Catarina (Cremesc) para instaurar uma sindicância contra o profissional, pois apesar do médico ser inscrito no CRM de Mato Grosso o Código de Processo Ético-Profissional determina que essa apuração se dê no local onde o fato ocorreu.

O CRM-MT repudia de maneira veemente tais desrespeitos ao Código de Ética Médica e observa todos os aspectos atinentes à responsabilidade profissional. Zelamos pelo perfeito desempenho ético da Medicina, bem como pelo prestígio e bom conceito da profissão.”

O CRM-MT foi responsável por abrir uma sindicância contra o cirurgião no episódio em que apareceu comendo na sala de cirurgia, ao apurar um eventual desvio ético. O ex-BBB também tem registro para atuar nos Estados de São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, mas os preços divulgados por ele são para cirurgias realizadas durante seu “trabalho de verão”, em Santa Catarina.

A repercussão das publicações dos valores foi novamente negativa entre os internautas, que o acusaram de desrespeitar as regras da profissão e colocar em risco a vida dos pacientes que se submetem aos procedimentos. Confira as publicações e reações:   View this post on Instagram

Tudo incluso por 6950,00 -Hospital -Anestesista -Prótese (aprovada pelo inmetro e anvisa) -Cirurgião e Equipe

A post shared by Marcos Harter (@drmarcosharter) on Jan 7, 2020 at 11:57am PST

“FODA-SE CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA EU VOU DIVULGAR PRECO DE CIRURGIA SIM PQ SOU FAMOSO” pic.twitter.com/bF91w9Bs3z— Jéferfon Menezes (@JefinhoMenes) January 7, 2020

Outras polêmicas

Essa não é a primeira vez que Marcos Harter é criticado por suas atitudes, tampouco a segunda. O cirurgião foi expulso do BBB17 após ter agredido Emilly Araújo, ganhadora da edição que mantinha um relacionamento conturbado com Harter no confinamento. Fora da casa, um inquérito policial de lesão corporal foi aberto para investigar as atitudes do médico contra Emily.

Ele ainda participou de A “Fazenda – Nova Chance”, exibida pela Record em 2017. Na edição, Marcos protagonizou brigas com Flávia Viana e Monick Camargo, de quem chegou até a receber uma cusparada no rosto. Ele também engatou um romance com Ana Paula Minerato e, novamente, foi acusado de machucar a peoa. Apesar das polêmicas envolvendo o participante, Marcos chegou até a final do reality, mas perdeu para Flávia, um de seus desafetos.

Fonte: Notícias da Tv

#cirurgião #ConselhoFederaldeMedicina #ExBBB #MarcosHarter

0 visualização

© 2020 Portal Saúde Agora. Tudo sobre SAÚDE em um só lugar!

  • Facebook
  • Instagram