top of page

Cientistas descobrem nova função do cerebelo relacionada à memória



Pesquisadores da Universidade da Basiléia, na Suíça, descobriram uma nova função do cerebelo. A estrutura localizada na parte posterior do cérebro, além de ser a principal responsável pelo equilíbrio e movimento, está ligada à capacidade de armazenar experiências emocionais.


Os pesquisadores afirmam que o cerebelo está intensamente envolvido no recrutamento de informações sobre as experiências vividas. O estudo suíço foi publicado na revista Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS).


Em um comunicado de divulgação, o professor Dominique de Quervain, principal autor do estudo, afirma que as novas descobertas podem ser relevantes para a compreensão de condições psiquiátricas, como o transtorno de estresse pós-traumático.


Exames de imagem


Os pesquisadores analisaram a atividade cerebral de 1.418 pessoas a partir de exames de imagem de ressonância magnética. Os voluntários foram apresentados a imagens emocionais – positivas e negativas – e neutras e, em seguida, submetidos a testes de memória.


As imagens emocionais positivas e negativas foram mais facilmente lembradas pelos participantes quando comparadas às neutras. O armazenamento de imagens emocionais foi associado ao aumento da atividade em algumas áreas do cérebro que já eram conhecidas, chamou atenção, entretanto, a intensa atividade do cerebelo.


Os achados mostram que a região posterior do cérebro faz uma comunicação ativa com várias áreas do órgão durante o processamento de memórias emocionais. Pelas imagens, foi possível observar atividades entre o cerebelo e o giro cingulado, uma região do cérebro importante na percepção e na avaliação dos sentimentos.


Além disso, e estrutura envia sinais para outras áreas, como a amígdala e hipocampo, regiões que também desempenham papel central no armazenamento de memória.


Fonte: Metrópoles

2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page