top of page

Chá verde e frutas vermelhas podem prevenir o Alzheimer, sugere estudo



O Alzheimer é a doença neurodegenerativa mais presente entre os seres humanos. Segundo estimativa da Organização Mundial de Saúde (OMS), a condição afeta mais de 35 milhões de pessoas no mundo, número que pode dobrar até 2030. Apesar de muito prevalente, o Alzheimer ainda não tem cura, mas a comunidade científica estuda o assunto para encontrar opções de tratamento e prevenção.


Segundo cientistas da Universidade de Tufts, nos Estados Unidos, substâncias presentes no chá verde e nas frutas vermelhas podem ajudar a prevenir a enfermidade.


De acordo com os pesquisadores, os produtos químicos encontrados na bebida à base de ervas, conhecidos como catequinas, reduziram fortemente a formação das placas proteicas relacionadas ao surgimento da doença. O composto resveratrol, presente em uvas, mirtilos e vinho tinto, também teve efeito semelhante no cérebro.


As catequinas e o resveratrol possuem propriedades anti-inflamatórias, o que auxiliaria na prevenção do Alzheimer. O estudo foi publicado na revista científica Free Radical Biology and Medicine.


No cérebro de um paciente com Alzheimer, há níveis anormais de algumas proteínas que se acumulam em placas entre os neurônios e interrompem a função celular. No entanto, as catequinas e o resveratrol se mostraram eficazes, com pouco ou nenhum efeito colateral, na redução da formação dos agrupamentos proteicos, assegurando o funcionamento normal das células neurais.


Outros 21 compostos também foram testados pelos pesquisadores. Entre eles estão a curcumina, presente na cúrcuma, o medicamento para diabéticos Metformina e um produto chamado citicolina, Todos impediram a formação das placas de proteína. Os cientistas fizeram os testes em um modelo de tecido neural 3D desenvolvido a partir de uma esponja de seda.


“Tivemos sorte que alguns compostos mostraram uma eficácia bastante forte. Depois de triagem de uma semana, eles evitaram quase que totalmente o surgimento de placas visíveis”, explica a líder do estudo, Dana Cairns, em comunicado.

Atualmente, o Alzheimer não tem cura. Entretanto, as descobertas podem prevenir a doença e ajudar a retardar os sintomas. Além disso, o chá verde e as frutas vermelhas são ricos em flavonóides, capazes aliviar a inflamação no cérebro e melhorar o fluxo sanguíneo nessa região.


Doença de Alzheimer


O Alzheimer é caracterizado pela perda de funções cognitivas como memória, orientação, atenção e linguagem, e é causado pela morte de células cerebrais. Pessoas com a condição têm um acúmulo de duas proteínas, chamadas de beta-amiloide e Tau, no cérebro.


Em excesso, as substâncias causam inflamação, desorganização e destruição das células, principalmente em regiões do cérebro como o hipocampo e o córtex. As áreas afetadas são responsáveis principalmente pela formação, ordem e armazenamento de novas memórias.


Fonte: Metrópoles

2 visualizações0 comentário
bottom of page