Cervejaria é interditada após flagrante de pessoas sem máscara e aglomeração em festa



Mais um local que realizava evento com aglomeração e pessoas sem máscara foi interditado pelo Procon de Pernambuco. Na segunda-feira (7), os fiscais do órgão flagraram a irregularidade durante uma festa na Debron Bier, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife.

A realização de eventos com até 300 pessoas estava autorizada em Pernambuco, desde que respeitados protocolos de prevenção à Covid-19, como manter distanciamento e usar máscara, podendo retirar apenas para beber ou comer, desde que tais ações fossem feitas sentadas.

No entanto, segundo o Procon, as regras não estavam sendo respeitadas durante o evento na cervejaria. Inúmeras pessoas estavam em pé dançando e sem máscara, apontaram os fiscais. Por isso, a festa foi encerrada e a cervejaria, interditada para eventos do tipo. O Procon apontou que, como cervejaria, o local pode continuar funcionando. O G1 tentou contato com o local, mas não conseguiu. O órgão de defesa do consumidor afirmou que o encerramento do evento aconteceu com a presença de fiscais e também de policiais militares, com dispersão dos consumidores. No final de semana, houve interdições de bares no Recife. No domingo (6), a Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária flagrou um evento com mais de mil pessoas aglomeradas. Proibição de eventos Na mesma noite, o governo do estado determinou a proibição de shows, festas e similares, com ou sem cobranças de ingresso, independentemente do número de participantes. A exceção é para casamentos, formaturas e eventos sociais similares, desde que cumpridos os protocolos. A medida entrou em vigor nesta terça-feira (8).

O estado também anunciou o cancelamento das festas de Natal e ano novo no estado, por causa da pandemia da Covid-19. Segundo o secretário de Saúde, André Longo, o aumento dos casos justificou a decisão.

Na Semana Epidemiológica 49, houve aumento de 5,6% nos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave, suspeitos para a Covid-19, na comparação com a semana 48, e de 18% em relação à semana 47, segundo a Secretaria de Saúde.


Fonte: G1

3 visualizações0 comentário

© 2020 Portal Saúde Agora. Tudo sobre SAÚDE em um só lugar!

  • Instagram