CEO da Moderna diz que pandemia pode estar em seus estágios finais


 
 

O CEO da Moderna, Stephane Bancel, afirmou, nessa quarta (16/2), que tem 80% de certeza que a próxima variante do coronavírus será menos perigosa do que a Ômicron. Segundo ele, a maneira como a cepa atual já está desacelerando é uma boa notícia, e que a pandemia parece estar perto do fim.


“Acho que demos sorte que a Ômicron não era muito virulenta, mas ainda observamos milhares de pessoas morrendo no mundo por causa da variante”, diz Bancel, em entrevista à CNBC. Ele afirma que, apesar disso, há cada vez menos óbitos causados pela infecção e os casos são considerados mais leves.


A Moderna fabrica a vacina contra a Covid-19 mais usada nos Estados Unidos — foram aplicadas 206 milhões de doses desde dezembro de 2020.


Além de Bancel, outros especialistas defendem que as características da Ômicron mostram que a pandemia pode estar chegando ao fim. Como muitas pessoas foram infectadas pelo vírus no último mês, aliado às altas taxas de vacinação, grande parte da população mundial pode ter imunidade e o vírus terá dificuldade para circular.


O CEO da Pfizer, Albert Bourla, também acredita que o planeta está chegando em um ponto de controle do coronavírus — mas é necessário popularizar ainda mais a vacinação.


Fonte: Metrópoles

3 visualizações0 comentário