top of page

Catarata precoce? Saiba como proteger seus olhos e evitar a doença


 
 

Quando se fala em exposição prolongada ao sol, a primeira coisa que nos vem à cabeça é proteger a pele usando filtros solares. Mas, um outro órgão do corpo humano também precisa de filtro para ficar protegido dos efeitos da radiação: os olhos!


Da mesma forma que a pele sofre com os efeitos diretos do sol, nosso olhos correm o sério risco de adoecer sem a devida proteção. A catarata está no rol de doenças desencadeadas pelo excesso de radiação UV. A longo prazo, isso significa que os danos são cumulativos. Vale ressaltar que pode se tornar irreversíveis quando essa exposição é exagerada.


Segundo o oftalmologista, César Ronaldo Filho, a radiação ultravioleta, em especial os raios UV-B, podem provocar alguns tipos de catarata. E mais: a doença que prevalece em idosos pode surgir bem mais cedo.


“A exposição excessiva pode, inclusive, fazer uma catarata precoce, ou seja, em pessoas mais jovens, visto que essa é uma doença predominante em pessoas idosas. Os prejuízos da catarata são muitos, mas o mais clássico ocorre pelo fato da luz não conseguir penetrar nos olhos, sendo assim a visão fica prejudicada e a percepção de cores alterada”, destacou César.


Um grande aliado na proteção dos olhos contra os efeitos da radiação são os óculos de sol. E se você não é lá muito adepto de usa-los, o oftalmologista descreve o papel que eles têm.

"Da mesma forma que usamos filtro solar na pele para nos proteger dos raios solares, devemos proteger os olhos. E os óculos funcionam para os olhos como o filtro solar funciona para a pele, mas é importante que sejam óculos de qualidade, comprados em óticas".

Algumas dicas são fundamentais quando o assunto é evitar o surgimento da catarata precoce. O médico destacou algumas que você pode adotar a partir de agora:


Veja como proteger seus olhos dos raios UV


- Use óculos e as lentes de contato com proteção UV;


- Escolha lentes grandes que fiquem próximas dos olhos. Para evitar que a luz solar passe pelos lados dos óculos de sol;


- As crianças também precisam proteger os olhos;


- 10 e 14 horas: nesses dois horários a luz solar é mais intensa, portanto a exposição da pele aos raios ultravioleta torna-se mais perigosa;


- Lembre-se: Em elevadas altitudes, montanhas cobertas de neve, praias arenosas e corpos refletores como a água dos lagos, rios e mar, a exposição solar é mais intensa.


Metade dos casos de cegueira do mundo são decorrentes da catarata


A catarata é responsável por 51% dos casos de cegueira no mundo, o que representa 20 milhões de pessoas. Os dados são da Organização Mundial da Saúde (OMS). Segundo a Sociedade Brasileira de Oftalmologia (SBO), surgem cerca de 550 mil novos casos no Brasil por ano.


O que é a catarata?


A catarata é uma lesão ocular que atinge o cristalino (lente dos olhos) tornando-o opaco. Os sintomas são variados e entre eles estão a sensação de visão embaçada e alteração da visão de cores. Caso a doença evolua, o paciente pode enxergar apenas vultos.


É importante ressaltar que longas horas de exposição ao sol pode levar a progressão da catarata, além de outros problemas. Por isso a necessidade do uso de óculos com proteção solar contra os raios ultravioleta A e B. Mesmo por crianças!


De acordo com César Ronaldo Filho, a melhor e mais eficaz ferramenta de tratamento contra a catarata é a cirurgia. O médico destacou que o procedimento é muito seguro e o mais realizado no mundo. “Na cirurgia retiramos a lente turva do olho, e substituímos por uma lente artificial, que é o implante de lente intraocular”, afirmou.


Já o pós cirúrgico exige alguns cuidados, como o uso de colírios prescritos pelo médico. Fazer a higiene no rosto, das pálpebras e cabelo também é importante durante o período de recuperação. É comum que pacientes sintam sensibilidade com a luz nos primeiros dias. Adotar o uso de óculos escuros ajuda a promover o conforto necessário, segundo o especialista.


Fonte: Folha Vitória

4 visualizações0 comentário

Yorumlar


bottom of page