top of page

Catapora aumenta nessa época do ano. Saiba como proteger seu filho



A primavera, estação do ano que vai de 22 de setembro a 21 de dezembro, é conhecida por aumentar a disseminação de algumas doenças, entre elas a varicela, mais conhecida como catapora.


A infecção é causada pelo vírus varicela-zóster, que pode levar a um quadro grave de sepse (infecção generalizada) e encefalite viral (inflamação do cérebro). É comum a enfermidade apresentar maior gravidade em crianças menores de um ano, porque a imunização dos bebês só é indicada depois desse período.


“As primeiras manifestações da catapora são febre, pequenas lesões e manchas avermelhadas que evoluem para bolhas com líquido, chamadas de vesículas. Essas bolhas estouram sozinhas e formam uma crosta seca na etapa final. Os pais devem ficar atentos aos primeiros sintomas porque a doença é altamente contagiosa na fase inicial”, alerta a pediatra Juliana Sobral, da Maternidade Brasília.

De acordo com a médica, o aumento dos casos de varicela na primavera ocorre devido a mudanças bruscas no clima, favorecendo a proliferação e transmissão do vírus causador.


Prevenção


Para que não haja contaminação, é essencial evitar o contato com crianças com suspeita ou diagnosticadas com a doença. A pediatra ainda indica que, ao atingir o primeiro ano de vida, é importante garantir a proteção do bebê com a aplicação do imunizante.


Tratamento


Em casos graves, é indicado o uso do antiviral aciclovir, restrito apenas a pacientes que precisam de internação hospitalar e/ou são imunossuprimidos. Além disso, podem ser usados remédios para aliviar os sintomas de coceira e medicamentos para baixar a febre, como paracetamol ou dipirona.


Vacina


Segundo o infectologista José David Urbaez Brito, do laboratório Exame, uma vez infectada, a criança carrega o vírus da catapora para o resto da vida. Logo, na fase adulta, a varicela pode se manifestar como herpes-zóster, causando irritações dolorosas na pele e bolhas no corpo. Para evitar a infecção, é melhor recorrer ao imunizante.


“A vacina contra varicela, aplicada na infância, reduz as chances de a criança ter a forma grave da doença. A aplicação acontece em duas doses a partir dos 12 meses de idade, mas, em casos específicos e com orientação médica, é possível receber a partir dos nove meses de idade. A partir de 13 anos, são aplicadas duas doses da vacina contra catapora com intervalo mínimo de um mês”, explica o infectologista.

O médico ainda destaca que atualmente existe um novo imunizante para evitar a reativação do vírus. A vacina é aplicada em adultos por meio de duas doses.


Fonte: Metrópoles

2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page