Cantor morre com Covid-19 dois dias após perder a mulher grávida para a doença em Goiânia



O cantor André Junio, de 34 anos, morreu com Covid-19, em Goiânia, na sexta-feira (19). A esposa dele, que estava no 7º mês de gravidez e também estava com coronavírus, faleceu dois dias antes. Foi feita uma cesárea para tentar salvar o bebê, mas ele também não resistiu.


André, também conhecido como Juninho, foi vocalista da Banda Leave, que realizava shows em casamentos, pelos últimos seis anos. A administração do grupo informou que o casal foi internado junto no último dia 8 de fevereiro em um hospital particular da capital.

Sem saber da morte da esposa, na quinta-feira (18), André foi entubado e evoluiu para estado de saúde gravíssimo. Ele morreu às 16h50 do dia seguinte.

Amigo de André e diretor da banda, Leandro Venancio contou que, na manhã deste sábado (20), ainda estavam sendo definidos local e horário do enterro. Segundo ele, os colegas pretendem fazer uma última homenagem ao cantor. “Juninho era um cara extrovertido, querido por todos. Goiânia inteira estava mobilizada em corrente de oração pela recuperação dele. [A doença] evoluiu muito rápido. Ele chegou ao hospital já com 80% do pulmão comprometido e ela [esposa do cantor] com 40%”, disse. Morte da esposa e filho Na quarta-feira (17), a esposa do cantor, a técnica em enfermagem Tammy Ferreira, de 33 anos, morreu também com Covid-19. Ela estava no 7º mês de gestação do bebê do casal, que se chamaria Joaquim, de acordo com publicações nas redes sociais do grupo musical de Juninho.

De acordo com a banda, os médicos fizeram uma cesárea para tentar salvar o bebê, mas ele também não resistiu. Ambos foram sepultados no Maranhão, de onde é a família dela originalmente.

Tammy era técnica em enfermagem e trabalhava no Hospital de Queimaduras da capital.

A unidade de saúde informou que a funcionária estava afastada do trabalho com pacientes e atuava na área administrativa do hospital justamente por a gravidez ser um fator de risco para a Covid-19. Também segundo eles, ela afastada do trabalho logo que foi diagnosticada com coronavírus. O Conselho Regional de Enfermagem (Coren-GO) lamentou a morte da profissional por meio de uma postagem em uma rede social: “Nossas condolências à família e amigos. A categoria está de luto pela perda desta profissional".

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-GO) registrou 378.996 infectados e 8.230 mortes por coronavírus, segundo o boletim divulgado na sexta-feira.


Fonte: G1

4 visualizações0 comentário

© 2020 Portal Saúde Agora. Tudo sobre SAÚDE em um só lugar!

  • Instagram