top of page

Britânica é considerada culpada de assassinato por não cuidar de dieta de filha morta por obesidade



Uma mãe admitiu o homicídio culposo de sua filha adolescente após deixá-la se tornar obesa mórbida.


Sarah Jane Lloyd-Jones, de 39 anos, se declarou culpada da acusação quando compareceu a um tribunal do País de Gales (Reino Unido) em 12 de dezembro.

Sua filha, Kaylea Louise Titford, de 16 anos, foi encontrada morta em sua casa na cidade de Powys em outubro de 2020.

Foi alegado em uma audiência anterior que seus pais falharam em atender às necessidades dietéticas de Kaylea, levando-a à obesidade.

O pai, Alan Titford, de 44 anos, deve ir a julgamento em janeiro. Ele nega homicídio culposo e causar ou permitir a morte de uma criança ou pessoa vulnerável. A pena de Sarah Jane será definida nos próximos meses.


Fonte: G1

3 visualizações0 comentário
bottom of page