top of page

Beach Tennis emagrece? Veja como é a dieta dos atletas profissionais



Beach Tennis surgiu em 1987 na província de Ravennana, na Itália, chegou ao Brasil em 2008 e a cada ano conquista adeptos das cidades litorâneas e praianas. Essa novidade ainda gera dúvidas seja por performance, estilo de jogo e alimentação. Dessa maneira, convidamos a nutricionista Beatriz Finizola, que vai orientar a dieta de atletas profissionais de Beach Tennis.

ORIENTAÇÕES

META DEFINIDA

Em caso de jogadores profissionais, o principal é saber que performance e condicionamento se formam com o tempo de plano alimentar e de treino. “É importante, que esse atleta já esteja em acompanhamento nutricional e tenha uma boa alimentação para melhorar a performance nos treinos e competições”, falou.

PRÉ-TREINO

Os detalhes não ficam por conta apenas do aquecimento, ou seja, as substâncias formadas principalmente por carbono, hidrogênio e oxigênio (carboidrato) são aliadas antes de partir para o “play”. “É importante uma refeição com mais carboidrato, porque promove energia mais rápido. Sem muita fibra e proteína. É o período que não pode ter a digestibilidade dificultada. Então, a energia vai ser fornecida mais rápida”, garantiu.


“Apesar de variar muito individualmente (necessidade energética, peso, nível de treinamento e condicionamento), podemos colocar como exemplos de refeições: pão integral com requeijão, fruta com densidade calórica alta para fornecer aporte alto de energia, banana com aveia e granola sem açúcar”, disse.

PÓS-TREINO

“Um aporte de carboidrato também, mas com mais proteína para recuperação muscular. Uma refeição mais completa com mais fibras também. Dependendo do dia a dia do atleta, isso vai encaixar tanto como opções de lanche, almoço, jantar e isso não é algo padrão. Não existem alimentos específicos para quem faz beach tennis ou qualquer outro esporte”, detalhou.

INTERVALO

O ex-tenista Gustavo Kuerten, o Guga, ficou reconhecido pelo seu mérito esportivo e pelas refeições rápidas nos intervalos das partidas. Finizola citou algumas restrições desse hábito no Beach Tênis.


“Entre as partidas, não acho interessante fazer o processo de ingestão. Se for um atleta, que esteja em acompanhamento nutricional, ele vai ter aporte suficiente para esse treinamento. A gente vai colocar mais carboidrato ao longo do dia e nas refeições que antecedem ao treino. Não só uma na refeição pré-treino, mas nas outras também para que ele consiga aumentar a performance. Entre uma partida e outra, dá para colocar isotônicos para fazer uma reposição em termo de hidratação, além da água”, advertiu.

FENÔMENO E MUDANÇA DE VIDA

Beach Tennis é a sensação do momento. Afinal, é comum em cada cidade ver centros esportivos com aulas dessa modalidade e competições amadoras e profissionais espalhadas em todo canto do país. A ITF (Federação Internacional de Tênis) divulgou dados que mostram o aumento de 12% no número de brasileiros praticantes do esporte entre janeiro e abril de 2022.


Além disso, há quem embarcou nessa novidade e fez dela a sua profissão, caso do jogador profissional Matheus Museti, o Pará. Bacharel em Direito pela FDF (Faculdade de Direito de Franca), Pará se aventurou no beach na época da pandemia, colocou a advocacia em segundo plano para dedicar-se 100% nas areias e é professor desse esporte na Nova República do Tênis, empresa situada na cidade de Franca (SP).


“Comecei a fazer Beach Tennis antes da pandemia, mas depois ‘viciei’ nele por conta do distanciamento social. Praticando todos os dias isso fez com que crescesse o amor. Eu vim do tênis e já queria jogar bem o beach. Comecei a competir e reacendeu aquela chama de competidor, que tem em mim desde criança. Hoje o Beach Tennis é a minha profissão”, recordou.

QUEM É ELA?

Beatriz Finizola é graduada em Nutrição pela Unigranrio (Universidade do Grande Rio), pós-graduada em emagrecimento e metabolismo e, também, cursa outra pós-graduação em nutrição esportiva. Beatriz é vinculada profissionalmente a empresa Online Foguete, plataforma na web de aulas ao vivo para academia.


Fonte: Sportlife

2 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page