Bactérias fazem câncer se espalhar e formar metástase, diz estudo



Um estudo feito por pesquisadores do Laboratório de Ciências da Vida e Biomedicina, da cidade chinesa de Hangzhou, encontrou evidências de que as bactérias estão envolvidas na metástase do câncer.


O principal autor do estudo, Shang Cai, afirma que as células tumorais são espalhadas na corrente sanguínea por bactérias existentes na região dos tumores.

“As células tumorais sequestradas por micróbios podem ser mais comuns do que se pensava anteriormente, o que ressalta o amplo valor clínico de entender o papel exato da comunidade microbiana residente no tumor na progressão do câncer”, diz Cai.

As características microbianas estariam ligadas ao risco de câncer, prognóstico e respostas ao tratamento, enquanto os micróbios residentes no tumor se relacionariam com a progressão dele.


O estudo, publicado no periódico científico Cell, na última quinta-feira (7/4), analisou tumores de mama de camundongos com quantidades significativas de bactérias dentro das células. Os tumores eram semelhantes aos do câncer de mama em mulheres.


“Ficamos surpresos inicialmente com o fato de que uma abundância tão baixa de bactérias pudesse exercer um papel tão crucial na metástase do câncer. O que é ainda mais surpreendente é que apenas uma injeção de bactéria no tumor de mama pode fazer com que ele comece a metástase”, afirmou Cai, no estudo publicado.


Embora o estudo tenha encontrado a relação entre as bactérias e a metástase, o cientista afirma que isso não significa que o uso de antibióticos durante o tratamento do câncer possa trazer benefícios para os pacientes.


Fonte: Metrópoles

6 visualizações0 comentário