Opinião do especialista | Médico alerta para os riscos do crescente número de casos de gota no mundo



O aumento do número de casos de gota – uma forma de atrite caracterizada por dor forte, inchaço e vermelhidão nas juntas – teve um crescimento considerado alarmante no mundo, de acordo com um estudo publicado na revista científica “Arthritis & Rheumatology” no começo deste mês. A análise mostra que havia aproximadamente 41 milhões de casos em 2017, um aumento de 5.5% em relação a 1990.


O Portal Saúde Agora perguntou a opinião do médico Dr. Vinicius Vidal de Menezes - especialista em REUMATOLOGIA sobre os cuidados, natureza e prevenção necessária ao aparecimento da GOTA. Confira a opinião do especialista:


Portal Saúde Agora: O que é gota?


Dr. Vinicius Vidal: A gota é uma artrite inflamatória causada pela cristalização de ácido úrico no interior das articulações e se associa a hiperuricemia ( quando o ácido úrico no sangue está em níveis acima do normal).

Portal Saúde Agora: Quais os sintomas mais comuns da gota?


Dr. Vinicius Vidal: A gota é caracterizada, inicialmente, por ataques recorrentes de artrite aguda.


Com a hiperuricemia, pode ocorrer a deposição de cristais de monurato de sódio, principalmente nas articulações, causando inflamação (dor, edema, calor e rubor), geralmente nas articulações: metatarsofalangeana do hálux (“dedão do pé”), tornozelos e joelhos, embora qualquer articulação possa ser acometida.


Também pode ocorrer nefrolitíase, gerando cólicas renais.


Os cristais de monurato de sódio podem se depositar debaixo da pele, formando protuberâncias localizadas nos dedos, cotovelos, joelhos, pés e até orelhas, os chamados tofos gotosos.

Portal Saúde Agora: Como prevenir a gota?


Dr. Vinicius Vidal: A principal forma de prevenção é a mudança no estilo de vida.


Fazer uma dieta pobre em purinas, além de realizar atividades físicas e evitar ganho de peso, já que a obesidade é um fator de risco para hiperuricemia e gota.


Na dieta, sugerimos a ingesta de mais vegetais e frutas, em maior variedade (batatas fritas não contam!); evite ingesta de bebidas alcóolicas, principalmente cervejas e destilados; limite carne vermelha e evite bacon e outros alimentos processados; evite bebidas açucaradas; aumente a ingesta de água.

Portal Saúde Agora: Como a pandemia pode influenciar no aumento do número de casos de gota?


Dr. Vinicius Vidal: A pandemia trouxe uma potencial ameaça de agravamento dos problemas de peso dos pacientes, devido ao risco de aumento do sedentarismo e maior procura por produtos não perecíveis, como alimentos industrializados, em detrimento de frutas , verduras e legumes.


Além disso, a situação de estresse provocada pela pandemia é um fator de risco para aumento de ingesta de bebidas alcoólicas.


O resultado da soma desses fatores pode levar a aumento de obesidade e, também de hiperuricemia e gota.


Siga o Portal Saúde Agora no Facebook e Instagram!

150 visualizações0 comentário