top of page

Aprenda três maneiras de melhorar a saúde da sua microbiota intestinal



Nos últimos anos, a ciência avançou muito para entender como as bactérias que moram no intestino humano se relacionam com a saúde do corpo. Relações entre a microbiota intestinal e obesidade, depressão, asma, alergias, doenças autoimunes, chikungunya e até o sucesso do tratamento contra o câncer já foram encontradas.


Os micro-organismos influenciam o funcionamento do sistema imunológico, ajudam a sintetizar vitaminas, curar feridas e matar patógenos. Ainda assim, muito sobre o assunto ainda segue sendo um mistério. Até o momento, a principal recomendação dos médicos é apostar no que for possível para aumentar a variedade e a quantidade de bactérias benéficas.


Mas como começar a construir um intestino saudável e variado? Confira algumas dicas:


Adote um cachorro


Estudos mostram que conviver com um animal pode aumentar a variedade de bactérias no intestino humano. Os cachorros são as melhores opções — só cuidar do cão já é suficiente para trocar bactérias que podem ser beneficiais para a saúde.


“Também temos um microbioma nos nossos prédios e no ar ao redor. Pesquisas sugerem que o microbioma rural tem um pouco mais de variedade, além de ser melhor para a saúde dos pulmões”, explica a professora Sheena Cruickshank, da Universidade de Manchester, no Reino Unido, em entrevista à CNN Internacional.

Diminua o estresse


O cortisol, o hormônio do estresse, torna o intestino mais permeável, permitindo que os micro-organismos (bons e ruins) entrem na corrente sanguínea. Quando as bactérias ruins deixam o órgão, o sistema imunológico é ativado, o que desencadeia uma inflamação no corpo inteiro.


Aumente a variedade de alimentos na dieta


Comidas com muita fibra são ótimas opções para quem quer melhorar a saúde do intestino — elas não são bem digeridas no estômago e só são consumidas pelas bactérias do microbioma, servindo de alimento para os micro-organismos. Alimentos fermentados também ajudam, pois são ricos em bactérias vivas.


A maior preocupação dos especialistas é com pessoas que seguem dietas de restrição alimentar, ou que comem muitas opções gordurosas.


“Se você tem uma dieta variada, cheia de frutas e vegetais, isso dá ao intestino coisas diferentes para digerir e aproveitar. Esta é a coisa mais simples que podemos fazer pelo intestino”, diz Sheena.

Probióticos servem para alguma coisa?


Apesar de serem indicados para pessoas que tomaram antibióticos com o intuito de levar boas bactérias para o intestino, a ciência ainda não tem certeza se os probióticos realmente são efetivos para melhorar a saúde do intestino.


Fonte: Metrópoles

5 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page