Após novo exame, Ministério da Saúde avaliará saída antecipada de médicos e tripulação em quarentena

O secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo dos Reis, afirmou que, após o resultado do segundo exame que pode identificar coronavírus, o órgão deve avaliar saída antecipada de quarentena para equipe que buscou os repatriados em Wuhan. Médicos, tripulantes e jornalistas estão com os 34 repatriados em isolamento há oito dias na Base Aérea de Anápolis, a 55 km de Goiânia.

A declaração do secretário-executivo foi dada durante entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira (17).

“Eles coletaram [secreção] para novo exame hoje. Esse exame deve ficar pronto até quarta-feira. Até quarta-feira deverá ser dada solução para essas pessoas que não são os que vieram de Wuhan. Vamos aguardar o resultado para anunciar qual vai ser a estratégia em relação a eles, se eles vão permanecer até o final ou se poderão sair antes do fim da quarentena”, afirmou.

O secretário-executivo reforçou que a decisão é tomada em conjunto com o Ministério da Defesa e que a questão seguirá sob análise ao menos até quarta-feira (19).

Repatriados passam por novo exame — Foto: Ho Yeh Li/Arquivo Pessoal

Coleta para segundo exame

Segundo a superintendente de vigilância em Saúde, Fluvia Amorim, foram coletadas secreções de nariz e garganta das 58 pessoas em quarentena. As amostras saíram da Base Aérea de Anápolis a caminho do Lacen, em Goiânia, por volta das 11h. O resultado pode sair em até 72 horas.

O procedimento, segundo a superintendente, é comum já na Saúde – o mesmo usado para identificar se a pessoa está contaminada por H1N1. Flúvia acrescentou que a análise é bem precisa e segura.

“Pegamos uma amostra e amplificamos ela. Esse exame vai identificar o vírus, por isso ele é tão específico. Então, se der positivo, a chance de contaminação é muito alta, e se der negativo, realmente está descartado”, detalhou.

Apesar do alto rigor no exame, a superintendente disse que, além deste, será feito outro próximo ao final previsto para a quarentena.

“Foi um protocolo definido pelos Ministérios da Saúde e da Defesa, de que sejam feitos esses três exames. Mesmo se der negativo, faremos. Assim como deu negativo na primeira e estamos fazendo a segunda. É um protocolo de segurança”, explicou.

Fonte: G1

#exame #quarentena #saídaantecipada #ministériodasaúde #médicos

1 visualização

© 2020 Portal Saúde Agora. Tudo sobre SAÚDE em um só lugar!

  • Facebook
  • Instagram