Após 32 anos, fundação de psiquiatria com atendimento popular inaugura sede própria

Depois de 32 anos em uma sede alugada, a Fundação Universitária Mário Martins (FUMM) está prestes a atender pacientes em um local novo em Porto Alegre. O centro, que oferece formação em psiquiatria e psicoterapia e atende, com consultas a preços mais baixos, cerca de 2,5 mil pacientes por mês, principalmente de baixa renda, conta com quatro andares, um elevador e diversas salas de ensino e de atendimento novas, além de um anfiteatro. A inauguração oficial será no dia 6 de dezembro.

Mas já começaram os atendimentos por lá. Desde segunda-feira (18), a principal unidade, localizada no bairro Rio Branco, transferiu suas atividades para a Rua Dona Laura, 185 — a sede anterior ficava próxima, no número 221 da mesma via. As demais unidades, nos bairros Lindóia (Rua Quito, 68) e Cristal (Avenida Wenceslau Escobar, 1.134, sala 412), seguem operando nos mesmos locais. Como uma entidade de utilidade pública federal, estadual e municipal sem fins lucrativos, dirigida ao ensino, assistência e pesquisa na área da saúde mental, a fundação oferece atendimentos individuais, para famílias, para casais e para grupos. Os valores ficam entre R$ 80 e R$ 150 — para alguns convênios, as consultas custam a partir de R$ 45.

— O público aqui é atendido por valores sociais, com hora marcada, por alunos ou integrantes do corpo clínico que atendem em uma espécie de vácuo que há entre o SUS (Sistema Único de Saúde) e os consultórios, agregando ainda o ensino aos seus pilares. Tudo o que a fundação recebe vai para a manutenção das sedes e para o pagamento dos alunos residentes — afirma o psiquiatra Adonay Genovese Filho, presidente da entidade.

É preciso ir pessoalmente, com documento de identidade, até os locais para marcar a triagem para a consulta. As três unidades funcionam de segunda a sexta-feira, das 7h30min às 20h, sem fechar ao meio-dia.

Fachada da nova sede

Fachada da nova sedeTadeu Vilani / Agencia RBS

Recepção

RecepçãoTadeu Vilani / Agencia RBS

Tadeu Vilani / Agencia RBS1 / 6

Além dos atendimentos, feitos pelos estudantes de pós-graduação — já formados em Medicina ou Psicologia — ou pelo corpo clínico, a Fundação Universitária Mário Martins oferece cursos de residência médica em Psiquiatria, de Psicoterapia Psicanalítica para psicólogos, especializações em Psiquiatria e em Psiquiatria Forense e pós-graduação em Avaliação e Controle da Dor, que terá sua primeira turma em 2020.

Conforme Adonay, a fundação é uma das principais instituições de ensino de Psiquiatria e Psicoterapia de orientação psicanalítica no Brasil, recebendo anualmente alunos de Porto Alegre, do interior do Rio Grande do Sul, de outros Estados e, inclusive, do Exterior —recentemente, uma boliviana decidiu cursar sua pós-graduação na entidade.

Com a experiência que adquirem fazendo os atendimentos enquanto estudam, os alunos, depois de pós-graduados em Psiquiatria ou Psicoterapia Psicanalítica, costumam oferecer atendimentos mais especializados em seus municípios de origem, seja em consultórios particulares, em hospitais ou Centros de Atenção Psicossocial (CAPs).

Fonte: GauchaZh

#psiquiatria #atendimento #popular #fundação #inauguração #sede

4 visualizações0 comentário