Aos 70, idoso cruza Atlântico a remo e arrecada R$ 4,5 milhões para pesquisa sobre Alzheimer



Aos 70 anos, um homem conseguiu cruzar o Oceano Atlântico enfrentando a "linha mais difícil do mundo" - o Talisker Whiskey Atlantic Challenge. O desafio o levou a arrecadar £ 1 milhão em doações para pesquisas sobre o Alzheimer. O valor equivale a cerca de R$ 4,5 milhões.


Frank Rothwell percorreu mais de 4 mil quilômetros e passou 56 dias no mar. Ele é o homem mais velho a completar o desafio. Ele saiu de La Gomera, nas Ilhas Canárias, e chegou a Antigua, no Mar do Caribe, no último sábado (6). A marca de £ 1 milhão foi atingida na quinta-feira (11), cinco dias após completar o desafio. “O desafio foi muito difícil, com mar agitado, ondas enormes e saudades da minha esposa, Judith. Mas por mais exaustivo que tenha sido, valeu totalmente a pena, pois espero que o dinheiro que arrecadamos faça uma grande diferença em tantas vidas", afirmou Rothwell. De acordo com informações em sua página oficial, mais de 9 mil pessoas fizeram doações. Os primeiros £ 500 mil em doações foram dobrados pela Iceland Foods Charitable Foundation. Alzheimer na família A motivação de Rothwell estava em sua própria família. Ele presenciou o impacto da doença em seu cunhado, Roger. Enquanto estava no mar, recebeu a notícia de que Roger havia morrido com a doença, aos 62 anos.

“Roger foi minha principal motivação para completar o desafio e levantar £ 1 milhão para pesquisas sobre demência. Tendo recebido centenas de mensagens de pessoas que, como eu, testemunharam o desgosto da demência, estou orgulhoso de ter arrecadado uma quantia tão incrível em homenagem a Roger e a todos os que passaram pela devastação que ela causa", afirmou.

A página que arrecada doações segue aberta. Fonte: G1

4 visualizações0 comentário